Tipos de cimentos – Descubra qual o ideal para sua obra!

Tipos de cimento: Você sabia que existem vários tipos?

O cimento natural é feito de areia natural e água, sem adição de ingredientes artificiais ou conservantes.

———— PUBLICIDADE ————

A mistura deve estar úmida, mas não muito molhada ou não endurecerá. Nesta fase, a mistura adquire uma consistência pastosa.

cimento17
Por: Everaldo Ferragens e Construções

Em seguida, um molde é usado para fazer formas artificiais de argila ou outros materiais chamados extrusões – e então estes são colocados na mistura úmida para criar um bloco sólido de concreto.

Esta etapa separa o cimento natural do cimento artificial quando a mistura se torna uma forma artificial antes de se estabelecer como um material de construção sólido.

Quando areia natural e água estão disponíveis juntas, o cimento natural pode ser usado para fazer concreto; este tipo de construção utiliza menos energia do que os métodos convencionais.

———— PUBLICIDADE ————

Vejamos nesse post Tipos de cimentos, a história da arquitetura e da engenharia foi alterada por esse pó cinza.

cimento18
Por: Mapa da Obra

 

Pode ser usado para construção, fabricação de componentes e até revestimentos.

———— PUBLICIDADE ————

Diferentes cimentos são apropriados para diferentes tipos de construção.

cimento16
Por: Montana Química

Há cimento preto, cimento branco e até tipos adequados para projetos que terão contato com a água.

O que é cimento?

O cimento é um pó fino que, em contato com a água, endurece e não se decompõe novamente.

———— PUBLICIDADE ————
cimento19
Por: IziFix Plus

Uma vez que o cimento tenha endurecido, ele pode entrar em contato com a água novamente sem quebrar.

As principais matérias-primas do cimento são:

  • calcário
  • argila
  • argila pozolânica
  • gesso (gipsita)
  • escória de fornos
  • óxidos de ferro e alumínio usados na produção do clínquer – material básico para a fabricação de cimento
cimento21
Por: DocPlayer.com

Como surgiu  o cimento?

Os romanos encontraram uma espécie de pedra rochosa chamada caementu em suas terras.

Esta palavra foi usada mais tarde para se referir a uma substância pegajosa usada para unir coisas, como construir tijolos.

cimento11
Por: Istock

Pessoas como os romanos e os egípcios podem ter usado um material de ligação entre seus blocos para construir seus monumentos.

Um exemplo dessa época é o Coliseu de Roma, pois há uma mistura de areia, pedaços de azulejos, calcário queimado e cinzas vulcânicas nesse monumento.

cimento12
Por: Eu ando pelo mundo

Soluções que revolucionaram a engenharia começaram a aparecer no século XVIII, com o desenvolvimento de diferentes tipos de cimento, como os conhecemos hoje.

John Smeaton criou um cimento que não era facilmente quebrado pelo aquecimento de rochas argilosas e calcárias macias juntas (este material foi criado em 1786).

cimento14
Por: Construyored

O construtor inglês Joseph Aspdin tentou queimar calcário e argila juntos em 1824, criando o cimento Portland que é mais usado em todo o mundo hoje.

cimento13
Por: Portal do concreto

Quando a mistura secou, ​​tornou-se tão dura quanto as pedras usadas na construção de coisas.

Joseph nomeou a descoberta de cimento Portland em homenagem à ilha britânica de mesmo nome.

A substância semelhante a uma rocha tinha uma cor e força semelhantes às rochas no local da descoberta.

A patente para esta mistura foi obtida lá.

8 Tipos de cimentos existentes:

O Brasil possui 8 tipos diferentes de cimento, segundo a Associação Brasileira de Cimento Portland.

cimento20
Por: Blog do cimento

A Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT, estabelece as condições onde os tipos de cimento devem ser fabricados e entregues.

Existe uma norma para cada tipo de cimento, e elas são utilizadas para reger o cimento, veja:

1 — Cimento Portland Comum CP I e CP I-S (NBR 5732):

 

cimento
Por: Block Impermeabilizantes

O Cimento Portland CP I é utilizado em serviços gerais de construção, como fundações e paredes. Pode conter até 5% de ingredientes adicionais, incluindo gesso, para retardar a pega do cimento para ter mais tempo para ser aplicado.

O CP I-S contém até 10% de material carbonato usado nas mesmas condições que o CP I normal.

O cimento tem um custo alto e não tanta resistência. Sua maior vantagem é que pode ser usado em muitas situações.

No mercado, este tipo de cimento é o mais difícil de encontrar, pois é feito sob encomenda.

Existem muitos tipos de cimento Portland, e a versão original desta frase explica o tipo mais versátil.

Aplicação: construções em geral, sem contato com sulfatos do solo ou águas subterrâneas.

2 — Cimento Portland CP II (NBR 11578):

cimento9
Por: Up Engenharia

Aproximadamente 70% do cimento produzido no Brasil é cimento Portland comum.

O nome cimento de emulsão vem do fato de ser um cimento misturado com outros ingredientes, fazendo com que tenha um menor calor de hidratação.

Isso significa que ele libera menos calor quando entra em contato com a água.

Aplicação: construções em geral/estruturas que exigem um desprendimento de calor moderadamente lento/Construções que podem ser “atacadas” por sulfatos.

3 — Cimento Portland de Alto Forno CP III (com escória – NBR 5735):

cimento3
Por: Minas Logistica

Obras de massa de concreto, como barragens, pontes, peças submersas e outros grandes projetos, são aplicações perfeitas para o rolo compressor.

Obras em massa de concreto, como barragens, grandes pedaços de concreto, pilares de pontes ou obras enterradas na água, são algumas das aplicações que podem usar o HL400.

Obras de massa de concreto, como barragens, pontes, peças submersas e outros grandes projetos, são aplicações perfeitas para o rolo compressor.

Aplicação: obras em massa de concreto, como barragens, grandes pedaços de concreto, pilares de pontes ou obras enterradas na água, são algumas das aplicações que podem usar o HL400.

4 — Cimento Portland CP IV (com pozolana – NBR 5736):

cimento5
Por: Blog do Edson

O cimento Portland CP IV consiste em 15%-50% de material pozolânico e é muito estável e durável. Tem alta permeabilidade e é muito sólido.

Altas temperaturas e grandes volumes de concreto exigem um cadinho que emite menos calor quando entra em contato com a água.

Alvenaria, concreto, itens pré-moldados e itens de cimento podem ser feitos com este pó.

Aplicação: construções em geral/obras expostas à ação da água/obras de grande porte/elementos pré-moldados.

5 — Cimento Portland CP V ARI – (Alta Resistência Inicial – NBR 5733):

cimento4
Por: Indústria Hoje

O CP V-ARI é um dos tipos de cimento que não contém ingredientes extras em sua composição (até 5% de material carbonático em casos excepcionais).

Muito rapidamente após ser aplicado, o cimento feito a partir deste processo torna-se muito duro e resistente.

Aplicação: fabricação de concreto e argamassa/produção de artefatos de cimento/blocos para alvenaria e pavimentação/tubos/lajes/meio-fio/postes.

6 — Cimento Portland CP (RS) – (Resistente a sulfatos – NBR 5737):

cimento8
Por: Só Notícias

O cimento CP (RS) é muito forte, durável e flexível.

Este é um dos tipos de cimento Portland que discutimos até agora.

Sulfatos na água podem afetar sua longevidade.

O que é esse agente químico forte em água? É conhecido como óxido sulfúrico, e é uma substância mais resistente.

Trabalhos em ambientes marinhos, esgotos e outros locais com condições semelhantes se dão bem com esse tipo de cimento.

Aplicação: obras em contato direto com a água (ambientes marítimos, esgoto, entre outros).

7 — Cimento Portland de Baixo Calor de Hidratação (BC) – (NBR 13116):

cimento10
Por: Cimento Atacadão

Este cimento é muito durável e resistente a altas temperaturas.

O material desenvolve calor quando é hidratado e não desenvolve rachaduras com mais facilidade por causa disso.

Aplicação: obras de grande porte.

8 — Cimento Portland Branco (CPB) – (NBR 12989):

cimento6
Por: Mapa da Obra

O cimento Portland White tem o nome da cidade em que foi fabricado pela primeira vez, e possui cor branca devido ao uso de baixas quantidades de óxidos de manganês e ferro em seus ingredientes, além de ser fabricado em condições especiais.

Existem dois tipos de cimento branco: estrutural e não estrutural.

Nos últimos anos, a primeira opção foi escolhida com menos frequência por causa do custo e porque há agora  mais tintas especializadas para acabamento.

Para o rejuntamento, é utilizado cimento branco não estrutural.

Aplicação: construções em geral/rejunte

Por fim, não esqueça de usar aquele tipo de cimento adequado para a sua construção que esteja dentro das Normas da ABNT!

E aí, gostou do artigo sobre Tipos de cimentos – Descubra qual o ideal para sua obra?

Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos!

Quer mais dicas sobre o mundo da Arquitetura e Decoração, então confira alguns dos nossos artigos em:

 

Espero que este artigo tenha ajudado você!Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos!Conheça e se inscreva para receber dicas em nosso Facebook e em nosso canal do YouTube.Quer mais dicas sobre o mundo da arquitetura e Decoração, então confira alguns dos nossos artigos em:
Adriana Lyie
Adriana Lyie
Formada em Recursos Humanos, mas apaixonada pelo mundo da Arquitetura e Decoração. Escreve artigos sobre culinária e é a chefe de cozinha da família nas horas vagas!