Home > Mundo Arquitetura > Rio de Janeiro é eleita como a primeira Capital Mundial da Arquitetura

Rio de Janeiro é eleita como a primeira Capital Mundial da Arquitetura

/
22 jan 2019
//
Capital Mundial da Arquitetura

Agora é oficial: o Rio de Janeiro é a primeira Capital Mundial da Arquitetura. O anúncio foi efetivado pela UNESCO em Paris, no último dia 18.

Capital Mundial da Arquitetura

Imagem: br.pinterest.com

+ O título de Capital Mundial da Arquitetura

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e a International Union of Architects (UIA) fizeram uma parceria para que a UNESCO esteja associada à designação das cidades sedes do Congresso Mundial da UIA como as Capitais Mundiais da Arquitetura. Ambas as instituições estão amplamente ligadas ao contexto da arquitetura atual: urbanização em massa, mudanças climáticas e a necessidade de preservação do patrimônio arquitetônico.

O objetivo é, em um mundo cada vez mais urbanizado, no qual as cidades estão no centro do comércio, da cultura, da ciência, do desenvolvimento social e outros fatores, criar uma sinergia entre a cultura e arquitetura. A cidade designada como Capital Mundial da Arquitetura será um fórum global de discussão sobre os desafios atuais no que diz respeito à cultura, patrimônio, planejamento urbano e arquitetura.

A união da UNESCO e da UIA também tem como objetivo desenvolver soluções urbanas para o benefício das gerações futuras por meio da cultura. E, a primeiríssima cidade a receber o título foi o nosso maravilhoso Rio de Janeiro.

Capital Mundial da Arquitetura

Imagem: arcoweb.com.br

+ Rio de Janeiro: primeira Capital Mundial da Arquitetura

Tudo começou com a candidatura do Rio de Janeiro ao título. Para isso, foi preciso um grande empenho na apresentação dos documentos. Um dos argumentos utilizado foi que a cidade recebeu eventos como a (frustrante e inesquecível) Copa do Mundo de 2014 e sediou os Jogos Olímpicos de 2016. Também foi preciso estabelecer várias metas sobre planejamento urbano para os próximos anos.

Além disso, não podemos deixar de fora outros fatores que influenciaram, como as belezas naturais, a importância histórica e cultural e os patrimônios arquitetônicos presentes na cidade. Alguns exemplos são o Cristo Redentor, os Arcos da Lapa, o Maracanã e mais.

Capital Mundial da Arquitetura

Imagem: gazetadopovo.com.br

Assim, ainda em 2018, no México, os representantes da UIA e da UNESCO anunciaram que o Rio de Janeiro seria a Capital Mundial da Arquitetura em 2020. Porém, o anúncio oficial foi feito este mês, em Paris, na França.

Além de todos os seus atributos, atualmente, o Rio de Janeiro também lida com importantes desafios de se transformar em um projeto desenvolvimento urbano sustentável. Essas questões serão foco durante o 27º Congresso Mundial de Arquitetos, que acontece no Rio de Janeiro em 2020. Nele, com o tema “All the worlds. Just one world”, a cidade deve promover o 11° objetivo do desenvolvimento sustentável até 2030 da ONU, que é “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”.

Capital Mundial da Arquitetura

Imagem: claudia.abril.com.br

O título é da cidade maravilhosa durante o ano de 2020. A próxima cidade a recebê-lo será Copenhagen, na Dinamarca, que sediará o 28° Congresso Mundial de Arquitetos.

Referências: UNESCO; Inquirer; UIA.