Home > Projetos de Arquitetura > Como desenvolver um projeto de escada corretamente?

Como desenvolver um projeto de escada corretamente?

Na faculdade de arquitetura ou no curso técnico, o assunto ” projeto de escada ” é sempre abordado nas aulas de desenho arquitetônico

Você já encontrou uma escada, a qual ficou “estranho” compatibilizar a pisada com o degrau? Escadas com uma pisada longa ou curta demais, ou ainda um espelho muito alto ou aqueles baixinhos, é muito desconfortável não é verdade?

E ao realizar o percurso de uma escada mal calculada sempre fazemos aqueles comentários nada agradáveis sobre quem executou ou desenvolveu aquele projeto de escada, por isso é muito importante saber calcular um degrau corretamente, para que ninguém venha falar mal de você no futuro.

É inadmissível um arquiteto que não sabe calcular uma escada corretamente!

E atire a primeira pedra quem nunca teve problemas ao desenhar uma escada.

O cálculo é simples.

A partir do momento que se entende o conceito, fica fácil desenhar e você poderá calcular qualquer escada, independente do seu formato.

Antes de iniciar o cálculo é preciso conhecer algumas definições técnicas.

As escadas são compostas pelos seguintes elementos:

  • Piso: é a superfície horizontal aonde pisamos com o nosso pé ao subir uma escada. São conhecidos também como degraus da escada;
  • Espelho: é a superfície vertical entre um piso (degrau) e outro. Aonde batemos com a ponta do nosso pé ao subir uma escada;
  • Patamar: é a superfície horizontal mais cumprida que os pisos (degraus). Servem como descanso ao subir uma escada que vence uma grande altura. Nem toda escada possui patamar;
  • Guarda-corpo: é o elemento vertical ao longo das escadas que serve de proteção para as pessoas não caírem da escada;
  • Corrimão: é um elemento presente no guarda-corpo da escada e serve para as pessoas apoiarem as mãos ao subir ou descer uma escada.

Veja os elementos na imagem abaixo, ela contém todos os que foram acima citados:

escada-corte

 

Projeto de escada – Cálculo do conforto

Para o cálculo do conforto de escadas (ao subir ou descer) utilizamos a Fórmula de Blondel que é uma relação entre o tamanho do piso e do espelho da escada.

Blondel foi o autor do cálculo e seu nome foi dado a ele como homenagem pela criação da fórmula. Obrigada Blondel!

Vamos lá:

O piso de uma escada comum varia de 25cm a 30cm e o espelho de 16cm a 18cm.

Vejam a fórmula e um exemplo abaixo:

peder 01

Fórmula de Blondel: 2E + P = +/- 64cm

Onde:

E = espelho

P = piso

Assim, se uma escada terá um piso = 28cm (mínimo exigido pelo Corpo de Bombeiros), qual será o seu espelho?

2E + 28 = 64

2E = 64 – 28

2E = 36

E = 18cm

Ou seja, o espelho (E) da escada será de 18cm.

Essa foi a primeira etapa, nela definimos que a escada do exemplo terá:

Piso (P) = 28cm e um Espelho (E) = 18cm.

Guarde esses valores porque vamos utilizá-los na Etapa 02.

Atenção: Os pisos das escadas variam entre 25cm a 50cm. As escadas comuns têm pisos entre 25cm e 30cm. O Corpo de Bombeiros geralmente indica um piso de 28cm no mínimo para aprovação de seus projetos.

Projeto de escada – Cálculo da quantidade de pisos e espelhos

Agora vamos determinar quantos pisos e quantos espelhos terá a nossa escada, a partir da Altura vertical que temos que vencer do primeiro para o segundo pavimento.

Por exemplo, se a casa tem uma Altura (H) = 288cm do piso do 1 pavimento ao piso do 2 pavimento, qual será o número de espelhos?

Num. E = H/E

Num. E = 288/18

Num. E = 16

Ou seja, a escada terá 16 espelhos de 18cm de altura cada, onde:

Num. E = número de espelhos

H = Altura do 1 pavimento ao 2 pavimento.

E = espelho

Atenção:  Chamamos de Piso a Piso é a distância vertical do piso do primeiro pavimento ao piso do segundo pavimento. Não é o pé-direito. Pé direito é a distância de piso a laje.

Por fim, nos resta calcular o número de pisos da escada. O número de pisos é o número de espelho menos 1, veja:

Se o número de espelhos da nossa escada é 16, qual será o número de pisos? 15.

Num. P = Num. E – 1

Num. P = 16 – 1

Num. P = 15

Ou seja, a escada terá 15 pisos (degraus) de 28cm de comprimento, onde:

Num. P = número de pisos

Num. E = número de espelhos

Em resumo, a escada do exemplo terá:

– 15 pisos com 28cm de comprimento;

– 16 espelhos com 18cm de altura;

– Para vencer uma distância vertical do piso do 1 pavimento ao piso do 2 pavimento de 288cm.

Veja um croqui da escada que tomamos como exemplo:

 

peder 02

peder 03

 

Projeto de escada – Largura

A largura mínima de uma escada de uma edificação residencial unifamiliar (escada de uma casa de dois ou três pavimentos, escada interna de uma cobertura de prédio) deve ser de 80cm. A escada de exemplo está com 100cm de largura, repare na imagem acima.

A largura de escadas de edificações comerciais e residenciais multifamiliares (prédios) devem ser calculadas de acordo com a legislação do Corpo de Bombeiros de cada Estado brasileiro, geralmente 120cm.

 

escada-sofisticada-235300_235300

Esse é um tema mais complicado de absorver as informações, mas com atenção e treino fica fácil calcular qualquer tipo de escada.

Experimente agora calcular uma escada para vencer uma altura H=300cm (3 metros) em uma escada com piso de 30cm de largura.

  1. Qual o tamanho do espelho?
  2. Qual o número de espelhos?
  3. 3. Qual o número de pisos?

Se você utilizar o passo a passo e chegar aos valores de: 1. 16,66cm – 2. 18 espelhos – 3. 17 pisos, você acertou!

 

Quem nunca se estressou ao calcular o desenho de uma escada?

Nada mais comprometedor na arquitetura do que uma escada mal calculada!

Esse artigo veio bem a calhar, já que  o cálculo de escadas gera muitas dúvidas em todos os profissionais.

Entretanto, a partir do momento que entende-se o procedimento de cálculo, fica muito fácil e você pode calcular qualquer escada, independente da sua forma.

Elementos de uma escada

  • Piso: é a superfície horizontal aonde pisamos com o nosso pé ao subir uma escada. São conhecidos também como degraus da escada;
  • Espelho: é a superfície vertical entre um piso (degrau) e outro. Aonde batemos com a ponta do nosso pé ao subir uma escada;
  • Patamar: é a superfície horizontal mais cumprida que os pisos (degraus). Servem como descanso ao subir uma escada que vence uma grande altura. Nem toda escada possui patamar;
  • Guarda-corpo: é o elemento vertical ao longo das escadas que serve de proteção para as pessoas não caírem da escada;
  • Corrimão: é um elemento presente no guarda-corpo da escada e serve para as pessoas apoiarem as mãos ao subir ou descer uma escada.

Veja os elementos de uma escada na imagem abaixo:

 

planta

Como calcular o desenho de uma escada

Etapa 01 – Cálculo do conforto da escada

Para o cálculo do conforto de escadas (ao subir ou descer) utilizamos a Fórmula de Blondel que é uma relação entre o tamanho do piso e do espelho da escada.

O piso de uma escada comum varia de 25cm a 30cm e o espelho de 16cm a 18cm.

Fórmula de Blondel e exemplo:

 

planta 2

 

Fórmula de Blondel: 2E + P = +/- 64cm

onde:

E = espelho

P = piso

Assim, se uma escada terá um piso = 28cm (mínimo exigido pelo Corpo de Bombeiros), qual será o seu espelho?

2E + 28 = 64

2E = 64 – 28

2E = 36

E = 18cm

Ou seja, o espelho (E) da escada será de 18cm.

Essa foi a primeira etapa. Nela definimos que a escada do exemplo terá um Piso (P) = 28cm e um Espelho (E) = 18cm. Guarde esses valores porque vamos utilizá-los na Etapa 02.

Macete 02: os pisos (P) das escadas variam de 25cm a 50cm. As escadas comuns tem pisos entre 25cm e 30cm. O Corpo de Bombeiros geralmente indica um piso de 28cm no minimo.

Etapa 02 – Cálculo da quantidade de pisos e espelhos

Agora vamos determinar quantos pisos e quantos espelhos terá a nossa escada à partir da altura que temos que vencer do primeiro para o segundo pavimento.

Por exemplo, se a casa tem uma Altura (H) = 288cm do piso do 1 pavimento ao piso do 2 pavimento, qual será o número de espelhos?

Número de espelhos:

Num. E = H/E

Num. E = 288/18

Num. E = 16

Ou seja, a escada terá 16 espelhos de 18cm de altura cada.

onde:

Num. E = número de espelhos

H = Altura do 1 pavimento ao 2 pavimento.

E = espelho

Macete 03: piso a piso é a distância vertical do piso do primeiro pavimento ao piso do segundo pavimento. Não é o pé-direito. Pé direito é a distância de piso à laje.

Por fim, nos resta calcular o número de pisos da escada. O número de pisos é o número de espelho menos 1, veja:

Número de pisos:

Se o número de espelhos da nossa escada é 16, qual será o número de pisos? 15.

Num. P = Num. E – 1

Num. P = 16 – 1

Num. P = 15

Ou seja, a escada terá 15 pisos (degraus) de 28cm de comprimento.

onde:

Num. P = número de pisos

Num. E = número de espelhos

Resumo:

Em resumo, a escada do exemplo terá:

– 15 pisos com 28cm de comprimento;

– 16 espelhos com 18cm de altura;

– Para vencer uma distância vertical do piso do 1 pavimento ao piso do 2 pavimento de 288cm.

Croqui exemplo de escada

planta 3

planta 4

Largura das escadas

A largura mínima de uma escada de uma edificação residencial unifamiliar (escada de uma casa de dois ou três pavimentos, escada interna de uma cobertura de prédio) deve ser de 80cm. A escada de exemplo está com 100cm de largura, repare na imagem acima.

A largura de escadas de edificações comerciais e residenciais multifamiliares (prédios) devem ser calculadas de acordo com a legislação do Corpo de Bombeiros de cada Estado brasileiro, geralmente 120cm.

planta 5

 

Esse é um tema mais complicado de absorver as informações, mas com atenção e treino fica fácil calcular qualquer tipo de escada.

 

Experimente agora calcular o desenho de uma escada para vencer uma altura H=300cm (3 metros) em uma escada com piso de 30cm de largura.

1. Qual o tamanho do espelho?

2. Qual o número de espelhos?

3. Qual o número de pisos?

Se você utilizar o passo a passo e chegar aos valores de:

1. 16,66cm – 2. 18 espelhos – 3. 17 pisos, você acertou!

FONTE: Pedreirão

Luciana Paixão

A Arquiteta

8 Respostas

  1. Fernando dos Santos

    Excelente material, muito bem explicado…detalhado…parabéns. Sou corretor de imóveis
    em Porto Alegre e tive noções de arquitetura. Assim vou seguir a carreira de arquiteto também.
    Sucessos.
    Fernando dos Santos

Deixe um Comentário