Home > Design de Interiores > Banheiros: 10 dicas de como projeta-los

Banheiros: 10 dicas de como projeta-los

///
Comments are Off

Neste artigo vamos falar sobre 10 dicas de como projetar banheiros de arrasar.

Imagine depois de um dia de trabalho chegar em casa e encontrar um daqueles banheiros de hotel gostoso a sua disposição.

Projetar um banheiro funcional e aconchegante muitas vezes é o que a sua casa ou a casa do seu cliente precisa para desfrutar momentos de relaxamento.

Projetar banheiros pequenos pode parecer uma tarefa de design um pouco difícil de se assumir, entretanto projetar um ambiente pequeno como um banheiro é um desafio que requer inteligência e tato.

Cada elemento de design, mesmo nos pequenos banheiros, devem ter um propósito e funcionalidade sempre velando pela valorização do espaço.

Projetar Banheiros – 10 dicas

Layout inteligente e circulação

Infelizmente encontramos na maioria dos apartamentos, banheiros de dimensões projetadas com o mínimo necessário para o uso de uma única pessoa. E mesmo com toda a sua criatividade e talento, durante uma reforma não é sempre que o Arquiteto decorador consegue fazer seus milagres e deixar o ambiente gostoso e com mais espaço.

Encontramos frequentemente projetos de reforma para apartamentos com apenas o básico do básico: um tampo de pia, uma cuba e os revestimentos de piso e parede. E é neste modelo de apartamento que vamos mostrar para vocês algumas ideias para deixar seu banheiro com sua cara.

 

 Banheiro antes e depois

Observar as distâncias mínimas de circulação é um dos pontos importantes na hora de projetar ou reformar um banheiro e isso pode colocar em xeque algumas outras questões.

O trio: box, bacia e pia na sequência lado ao lado é um clássico, é o mais comum de se encontrar em apartamentos:

 

Imagem 1 – Modelo de Banheiro Tradicional.

Mas veja o exemplo do banheiro que eu separei a seguir.

Um bom layout prevê por exemplo o momento de conflito durante o uso simultâneo por 2 pessoas em uma suite de um casal com essa configuração de planta baixa:

Imagem 2 -Outro Modelo de Banheiro

Claro que a finalidade dos banheiros é ser de uso privativo, mas nem sempre privativo significa exclusivo. Quem é casado e está lendo este artigo sabe bem sobre o que estou falando. Muitas vezes a esposa está fazendo o cabelo quando o marido precisa entrar e arrumar o dele também, entre outras situações.

Neste banheiro, objeto de estudo neste artigo, foram tomados os seguintes cuidados durante a reforma:

Posicionamento da cuba na bancada x a bacia sanitária

A primeira vontade que vem no traço é de posicionar o centro da cuba com o centro da bancada, contudo essa posição conflita com a bacia sanitária que ficaria bem em frente no lado oposto.

Ela poderia ser centralizada?

Poderia, mas o resultado final no quesito funcionalidade da bancada poderia não ser tão bom.

No entanto ao posicionarmos a cuba no terço da direita para a esquerda ganhamos uma área de bancada com espaço para distribuir elementos de decoração, por exemplo.

Um kit de utensílios de banheiros e um organizador de produtos dá um lindo toque de organização no seu banheiro, e neste caso haverá espaço de sobra para eles. Por isso usamos e abusamos dos acessórios de pia. Veja alguns desses modelos:

Imagem 3 – Conjunto de acessórios de bancada e bandeja organizadora

Você poderia dizer:

Mas caberia mais uma cuba, então?

Sim!

Projetar uma segunda cuba ajudaria no uso funcional do casal, porém o espaço livre para distribuir elementos na bancada, esses citados acima, sairia prejudicado, pois apesar da bancada ser um pouco maior do que estamos acostumados a encontrar, ela não é grande suficiente para acomodar 2 cubas (mesmo pequenas) e ainda mais alguns itens. Por isso optamos por utilizar apenas uma cuba, e maior.

Compare as dimensões das duas cubas dentro da mesma linha da Deca:

Imagem 5: Dimensões da Torneira Polo Deca e da Cuba L840 da Deca

Sem contar que no caso desse banheiro em especifico, a pia deslocada para direita ganhou um destaque já na entrada do closet, pois avistamos a cuba bem ao centro da porta chamando também a atenção para o espelho e os metais, o que o deixou a situação interessante, concordam?

Imagem 6: Visão do banheiro a partir do closet.

Acabamentos: Misturando Texturas

Sabe aquele banheiro de uma cor só e todo azulejado?

Esqueça!

Misturar diferentes texturas no revestimento proporciona um ar de sofisticação. Porcelanatos que imitam madeira e revestimentos texturizados de efeito 3D estão muito em alta.

Contudo é necessário ter cuidado para não misturar texturas demais. 3 tipos de texturas diferentes para o revestimento de todo o banheiro já é o suficiente!

Imagem 7: Utilizando diferentes texturas no banheiro

 

Pense sempre em 2 modelos de texturas: uma para dentro do box e outra para a área externa. No piso fora do box está muito em alta utilizar pintura com tinta acrílica no lugar de azulejo.

Procure uma cor neutra que não brigue com os demais revestimentos. E não se esqueça da bancada. Cuidado com a escolha das cores do revestimento, pois ainda temos a cor da pedra da bancada para decidir e promover um diálogo equilibrado do conjunto.

Design

O Design será bom ou não de acordo com a boa escolha das louças e metais. São eles que vão se destacar após o projeto e as texturas selecionadas do banheiro.

As bacias sanitárias minimalistas com linhas retas, e assentos sanitários tecnológicos, valorizam em muito o ambiente.

Imagem 8: Exemplo de bacia sanitária

Os metais então… são a cereja do bolo!

Imagem 9: Exemplo de cuba embutir

 

Imagem 10: Torneira Polo Deca – Ducha Higiênica Polo Deca – Chuveiro Quadrado Deca

 

 

Imagem 11:Toalheiro Duplo – Suporte Papel Higiênico

Os metais estão seguindo a mesma linha de design. As peças traduzem estilo ao manterem uma unidade entre si: misturador, toalheiro, papeleira, ducha e chuveiro.

Aliás depois de caprichar no design do misturador, capriche no design do chuveiro/ducha, pois depois do misturador, os olhos vão sempre na direção deles!

Bancada

Tem uma velha frase que diz: Elegância consiste em equilíbrio!

Mesmo que seu cliente goste de usar tons mais escuros e muitas texturas nos revestimentos, é preciso conciliar a cor do mármore com esses elementos da textura para não pesar demais na mão.

Mármores com muitos desenhos ou veios podem conflitar com as demais texturas, por isso procure sempre equilibrar esses elementos para não errar. Uma simulação em 3D aqui vai bem para tirar qualquer dúvida e evitar uma catástrofe caso seu cliente precise ser convencido.

Veja no nosso exemplo da imagem 7: trabalhamos o branco, cinza e o amadeirado. São ótimas combinações, pois deixou o ambiente leve e harmonioso.

Paginação de Armário

Basicamente o que vai determinar o layout do armário da bancada é o tipo e o tamanho da cuba escolhida. Uma cuba de embutir “rouba” um pouco do espaço de gaveta, por isso se a sua bancada for pequena e o espaço para gabinete for mínimo, procure optar por cubas de sobrepor.

A cuba de sobrepor fica apoiada sobre a bancada e com isso ganha-se mais espaço interno no armário para se projetar gavetas.

Imagem 12: Bancada

No caso do nosso modelo, foi projetada uma grande cuba de embutir de mesa, que ocasionou em uma gaveta rasa na direção do sifão, porém com um bom comprimento para uso, o que não prejudicou o projeto da diagramação do armário.

A centralização da cuba que conferiu equilíbro ao conjunto. Os demais gavetões  possuem profundidade normal que podem até mesmo serem usadas para guardar roupas sujas ou os rolos de papel higiênico, que ninguém sabe onde guardar (mas é sempre bom estar por perto).

Espelho

Fundamental para dar aquela sensação de amplitude, um bom espelho causa aquela sensação de ambiente maior do que realmente é, principalmente se ele for até o forro do teto, pois desempenha um papel do que chamamos de elemento de efeito.

Quer dar um toque a mais?

Um espelho com lente de aumento além de útil deixa a bancada tré chic!

Box de vidro

Para trabalhar a função de efeito, junto com o espelho, projetamos um box deslizante também até o forro. Isso com certeza vai deixar qualquer um que visitar seu banheiro impressionado.

Cuidado com a cor do vidro!

Cores neutras e de leve transparência sempre são bem-vindas, não se esqueça que as texturas do box são as quem mais merecem destaque.

Hoje temos vidros acinzentados espelhados que são um verdadeiro luxo.

Imagem 13: Box

Nicho

Um banheiro com muitos acessórios pode poluir o ambiente, principalmente quando o chuveiro vem com a ducha de banho.

E para resolver esse problema está muito na moda a criação de um nicho na parede para acomodar os produtos de banho dentro do box, um nicho deixa o banheiro livre de suportes.

Imagem 14: Nicho

Só confira antes de pensar em inserir um nicho se a parede não tem função estrutural, pois aí nesse caso: NEM PENSE EM QUEBRAR!!!

Iluminação

Uma boa iluminação sobre a bancada é primordial, sem contar que é de extrema necessidade na hora de se barbear ou fazer a maquiagem.

Imagine se arrumar em um banheiro escuro?

Não dá, não é mesmo!?

3 pontos de iluminação são suficientes. Dentro do box e fora dele: fora é uma luminária central e a outra é a de apoio sobre a bancada.

Imagem 15: Iluminação

Enxoval

Um banheiro luxuoso e elegante desse merece um enxoval de acordo, não é mesmo?

Toalhas de banheiro de novela não são tão caras assim e são uma delícia!

Se possível mande bordar o nome do casal, o feng shui agradece.

Imagem 16: Enxoval

Pense que você investiu muito mais nos outros itens da reforma: 2 conjuntos completos já são o suficiente para começar um novo enxoval de casa nova.

Esqueça essas capas de assento sanitário!

Elas escondem o design das peças e pesam no ambiente. Use no máximo uma toalha de piso enfrente a pia e já está ótimo.

Com um banheiro assim agora você vai querer tomar banho todo dia! Brincadeirinha…rs.

Se você curtiu essas dicas e adora um quebra-quebra, confira o artigo que preparei sobre as 13 etapas de uma reforma de um apartamento! Tenho certeza que podem te ajudar muito caso esteja pensando em fazer uma reforma de grande porte.