Jardim vertical – Como cultivar plantas na vertical?

Os jardins verticais são uma tendência crescente na decoração de interiores e exteriores. Com a crescente demanda por espaço verde em cidades cada vez mais populosas, os jardins verticais oferecem uma solução criativa e eficiente para ter um pouco de natureza dentro de casa ou no escritório.

Passo a Passo para Construção de um Jardim Vertical

  1. Escolha um local adequado para o seu jardim vertical. Certifique-se de que ele tenha uma boa exposição à luz solar e que seja acessível para regar e cuidar das plantas.
  2. Selecione as plantas adequadas para o seu jardim vertical. Algumas boas opções incluem samambaias, bromélias e suculentas.
  3. Compre os materiais necessários, incluindo uma estrutura para sustentar as plantas, terra, sacos de plantio e plantas.
  4. Monte a estrutura para sustentar as plantas e preencha-a com terra.
  5. Plantar as suas plantas seguindo as instruções de plantio específicas para cada espécie.

Dicas de Manutenção de um Jardim Vertical

  1. Certifique-se de regar as plantas regularmente, mas evite regá-las demais para evitar o apodrecimento das raízes.
  2. Aplique fertilizantes orgânicos ou químicos de acordo com as necessidades de cada espécie de planta.
  3. Remova as folhas mortas e outros resíduos para evitar a proliferação de pragas e doenças.
  4. Verifique regularmente as plantas para detectar problemas, como pragas ou doenças, e tome medidas imediatas para corrigi-los.
  5. Não se esqueça de dar a devida atenção à iluminação do jardim vertical, pois isso é fundamental para o seu crescimento saudável.

Benefícios de ter um Jardim Vertical

jardim vertical em apartamento
Jardim vertical em apartamento
  1. Aumento da qualidade do ar: as plantas são capazes de filtrar e purificar o ar, melhorando a qualidade do ar em seu ambiente.
  2. Melhoria da saúde mental e física: estar rodeado de natureza pode ter um impacto positivo na saúde mental e física, reduzindo o estresse e aumentando a sensação de bem-estar.
  3. Decoração versátil: os jardins verticais podem ser usados em uma ampla variedade de espaços, desde casas até escritórios, e são uma opção de decoração versátil e criativa.
  4. Uso eficiente do espaço: com um jardim vertical, você pode aproveitar o espaço que normalmente ficaria ocioso, criando um ambiente verde e acolhedor.
  5. Contribuição para o meio ambiente: os jardins verticais podem ajudar a combater a urbanização excessiva e a degradação ambiental.

Jardim vertical – Como cultivar plantas na vertical?

Os jardins verticais são uma ótima solução para quem tem pouco espaço em casa, mas quer ter um ambiente agradável para cultivar flores e plantas.

Para (elaborar) o jardim não é preciso muito, basta uma parede livre em sua casa ou apartamento.

Esse pequeno espaço será decorado com flores e plantas, tendo várias técnicas para montar esse jardim, algumas bastante econômicas.

A opção não é uma novidade, visto que os jardins verticais já eram praticados em casa e nas cidades há muito tempo.

———— PUBLICIDADE ————

Em São Paulo, por exemplo, o Minhocão é palco para um dos mais atrativos jardins verticais da cidade, uma das mais populosas do país.

Para a instalação é preciso apenas uma parede livre, como já mencionamos, que pode ser desde um muro como as paredes internas em sua casa.

Caso tenha interesse em ter um para você, separamos nesse artigo dicas de como montar e cuidar do seu jardim vertical. Acompanhe!

Onde colocar o jardim vertical?

A ideia dos jardins verticais é otimizar espaços, aproveitando-os ao máximo.

Por isso é uma opção para quem tem pouco verde em ambientes pequenos, por exemplo.

Deste modo, o ideal é localizar uma estrutura vertical que dará suporte ao jardim, pode ser qualquer superfície vertical, como um pallet ou qualquer outra estrutura improvisada.

———— PUBLICIDADE ————
Jardim vertical - Como cultivar plantas na vertical?
Jardim vertical – Como cultivar plantas na vertical?

Isso porque qualquer estrutura em posição vertical pode receber um jardim desse tipo, desde espaços pequenos até aqueles mais extensos, como um muro.

A estrutura é um ponto bastante importante, mais que a própria superfície em que ela ficará fixa.

É necessário que seja uma base que consiga aguentar o peso do jardim, porque as plantas colocam certo volume nessa estrutura.

Se não ficar bem fixo, pode prejudicar o jardim por completo.

Estrutura do Jardim:

Existem diversas técnicas para a montagem de um jardim vertical, mas o que determina isso são as estruturas utilizadas, que servirão como base para os vasos ou espaço das plantas, bem como dar cara ao próprio jardim.

Você também pode criar um jardim suspenso que pode trazer materiais como treliças e vasos, fibras de coco e técnicas com garrafas pet.

A treliça, por exemplo, é uma estrutura metálica que ficará presa a parede livre. Nela é possível pendurar vasos em posição de meia-lua.

Jardim vertical - Como cultivar plantas na vertical?
Jardim vertical – Como cultivar plantas na vertical?

Já a técnica com garrafas plásticas é mais sustentável e utiliza material reciclável para composição do jardim.

Neste caso, é uma opção para que tem uma área grande a ser explorada.

As garrafas pet podem ficar suspensas ou amaradas, utilizando cordas de varais e outro tipo de material que possa sustentá-las.

Elas formarão os vasos no jardim.

Por outro lado, a fibra de coco se encaixa melhor com espaços pequenos, como em varandas de apartamento.

Parte dela acaba ficando aparente, sem prejudicar o visual daquele espaço por ser um material natural.

A diferença entre os outros métodos é que a fibra precisa ser impermeabilizada a parede.

Para fixá-la é preciso parafusá-la em uma estrutura de base.

Existem ainda outras formas de se montar um jardim vertical, que conseguem aproveitar muito bem o espaço disponível a ele.

Plantas para jardim-vertical:

Esse tipo de jardim permite o plantio das mais diversas plantas, por isso as opções são bastante amplas.

No entanto, para escolhê-las é preciso pensar na quantidade de luz que precisam receber.

Se você tem um espaço pouco iluminado pelo sol, pode ser que algumas espécies não consigam sobreviver ali, por exemplo.

Jardim vertical - Como cultivar plantas na vertical?
Jardim vertical – Como cultivar plantas na vertical?

Como as plantas ficarão em vasos, geralmente, é ideal optar por aquelas que tenham raízes mais superficiais, que pode ser encontrado em peperômias e dinheiro-em-penca, por exemplo.

É bastante comum o uso de trepadeiras em jardins verticais, por não precisarem de um espaço muito profundo para que as raízes sejam desenvolvidas, ideias para os vasinhos.

Além disso, elas crescem de forma bastante ágil, então em pouco tempo o jardim já estará preenchido.

Em casos de blocos de concreto pré-moldado, que também é uma opção para a montagem do jardim, também há algumas espécies específicas de plantas que podem ser usadas.

Assim, indicam os aspargo-pendentes ou barba de serpente para o jardim, mas outras opções podem ser exploradas.

Quanto mais espécies usadas, mais bonito ficará o espaço.

Prefira plantas que são adaptáveis e mais fáceis de cuidar.

Para dar mais vida ao jardim, opte por usar orquídeas, mesmo que em pequenas quantidades, elas conseguem dar esse resultado sem muito esforço.

Cuidados com as plantas

O cuidado com as plantas é o mesmo empregado para um canteiro. Por ser um jardim elas precisam ser regadas e também adubadas, para poderem crescer de maneira saudável.

Em alguns casos o espaço precisa receber uma drenagem, que evita o acumulo de água no jardim.

O excesso de água pode causar o apodrecimento das plantas, assim como atrair insetos, caso do mosquito aedes aegypt que a usa como criadouro.

O sistema pode ser semelhante ao usado para fontes, onde uma bomba irá levar a água da parte inferior da estrutura, regando-as, e depois drenando aquele líquido.

Jardim vertical - Como cultivar plantas na vertical?
Jardim vertical – Como cultivar plantas na vertical?

É uma opção mais elaborada, mas você pode regar as plantar com um regador também, caso não tenha como instalar um sistema de irrigação.

Há ainda as questões com a iluminação, necessária as plantas receberem a quantidade necessária de luz e crescerem fortes.

O ideal é não colocar o jardim em um espaço onde os raios solares  peguem diretamente por muito tempo, pois podem danificar as plantas.

Jardim vertical - Como cultivar plantas na vertical?
Jardim vertical – Como cultivar plantas na vertical?

Quando a parede recebe muito sol é necessário que as plantas sejam mais irrigadas que o convencional porque ficarão mais secas do que em um local com menor iluminação natural.

Para manter o crescimento saudável, e também forte, adubar essas plantas é essencial, e para isso receitas caseiras se mostram bastante eficientes.

Você pode, por exemplo, bater cascas de legumes ou ovos no liquidificador, misturar com húmus e colocar nos vasinhos, ou ainda usar borra de café da mesma forma.

Esse adubo natural consegue deixar a planta mais saudável, trazendo os nutrientes necessários para o seu crescimento.

Qual o valor de um jardim vertical?

O custo de um jardim vertical é de R$600 a R$1.000 reais por metro quadrado. Na maioria dos casos, você precisa de ajuda profissional, que também deve ser adicionada ao seu orçamento, ou seja, o preço da hora do jardineiro, que costuma ficar entre R$20 e R$60 reais a hora.

Como fazer um jardim vertical com pouco dinheiro?

Usando garrafas pet, barbante e tesouras, você pode criar um jardim vertical flutuante. Basta escolher a melhor posição de suspensão. Neste modelo, as garrafas podem ser colocadas planas e amarradas em uma linha vertical, ou podem ser cortadas ao meio e dispostas em trapézio.

Como fazer uma parede verde sem gastar muito?

Uma ideia é usar vasos e prancha de fibra de coco para montar os painéis. Você também pode usar treliça de ferro ou madeira com vasos de meia-lua. Na colocação, a grade deve ser fixada na parede e o vaso deve ser fixado com um gancho. Os vasos de meia-lua também podem ser pregados em redes de arame.

E aí? Você gostou das dicas sobre Jardim vertical – Como cultivar plantas na vertical?

Em resumo, os jardins verticais são uma ótima opção para quem deseja ter um pouco de natureza em seu ambiente. Além de serem fáceis de construir e manter, eles têm muitos benefícios, tanto para o meio ambiente quanto para a saúde mental e física.

Portanto, considere adicionar um jardim vertical em sua casa ou escritório hoje mesmo!

Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos!

Quer mais dicas sobre o mundo da Arquitetura e Decoração? Então decore fácil sem mistérios, confira alguns dos nossos artigos em:

 

Luciana Paixão
Luciana Paixãohttps://www.aarquiteta.com.br
Luciana Paixão, arquiteta e instrutora renomada, autora do "Guia Abrangente para Aprovação de Projetos de Prefeituras", é reconhecida desde 2013 no campo da arquitetura. Destacada como Mente Influente pela Revista "Negócios da Comunicação" e premiada por seu trabalho em mídias sociais, Luciana acumula mais de 400.000 seguidores, consolidando sua posição de liderança no setor.