Home > Arquitetura > Os benefícios da construção sustentável

Os benefícios da construção sustentável

/
12 ago 2020
//

A indústria da construção, por sua própria natureza, é um dos maiores consumidores de materiais e produz mais resíduos do que qualquer outro setor.

A necessidade e a importância da sustentabilidade na construção têm se tornado um tema debatido devido às crescentes preocupações com as mudanças climáticas e a natureza finita dos recursos. Este, por sua vez, aumentou a pressão sobre as construtoras para reduzir seu impacto ambiental.

 

# Compreendendo a construção sustentável: uma visão, três pilares

De acordo com o Belgian Building Research Institute e CSTC , a construção sustentável pode ser descrita como a busca por edifícios que proporcionem um equilíbrio entre os três seguintes pilares:

1. Perspectiva ambiental

O setor da construção é responsável por cerca de 50% do consumo mundial de matérias-primas. O aquecimento e a iluminação dos edifícios também representam 42% do consumo total de energia.

Além disso, o setor também é um grande produtor de resíduos. Uma construção sustentável deve levar esses fatores em consideração junto com a biodiversidade da terra. Devem ser feitos esforços para preservar a fauna e a flora, construindo em terrenos de pouco valor ambiental.

2. Perspectiva social

A construção sustentável não deve se limitar à sua dimensão ecológica. Em média, uma pessoa passa 90% do seu tempo dentro de edifícios, por isso não é nenhuma surpresa que a nossa qualidade de vida ande de mãos dadas com a qualidade do edifício em que estamos localizados.

Qualidade do ar, conforto térmico e conforto acústico são fatores importantes a serem considerados ao construir de forma sustentável. Para além do facto de os edifícios mal concebidos terem um impacto negativo na saúde dos utentes e residentes, também podem acarretar custos de manutenção e aquecimento muito elevados.

3. Perspectiva econômica

Uma análise dos arranjos e custos de construção deve permitir determinar se um projeto é viável ou não. Compreender, por exemplo, os custos do ciclo de vida de um edifício, os riscos associados e as possibilidades de inovação, permite a conservação e renovação do ambiente construído. No passado, tentávamos minimizar os custos iniciais de construção, hoje estamos tentando encontrar um equilíbrio maior.

 

Banner Engenharia - Os benefícios da construção sustentável

# Métodos e técnicas de construção inovadores: beneficiando o meio ambiente

O design sustentável compartilha essa visão geral de como nossas escolhas afetam mais do que o presente. O design ecológico é uma abordagem abrangente para selecionar e integrar processos e materiais que criam a satisfação do consumidor a longo prazo, preservando o meio ambiente. Os princípios fundamentais de uma construção verde incluem:

  • Otimizar o potencial do local – A localização, orientação e paisagismo de uma construção afetam o ecossistema local. O design do local deve se integrar ao design sustentável para alcançar um projeto de sucesso.
  • Otimize o uso de energia – A criação de edifícios com energia líquida zero é uma maneira de reduzir significativamente nossa dependência de energia derivada de combustíveis fósseis.
  • Proteger e conservar a água – construções sustentáveis ​​devem usar a água de maneira eficiente e reciclar a água para uso no local, quando viável.
  • Melhorar a qualidade do ambiente interno (IEQ) – A forma como um edifício é projetado tem um impacto significativo na saúde, no conforto e na produtividade dos ocupantes. Uma construção sustentável maximiza a iluminação natural, tem qualidade de ar adequada, otimiza o desempenho acústico e evita o uso de materiais com alta emissão de VOC.
  • Otimize o espaço de construção e o uso de materiais – Enquanto a população global continuar a crescer, também aumentará a demanda por recursos naturais. Uma construção ecológica é projetada e operada para usar e reciclar materiais da maneira mais sustentável em todo o seu ciclo de vida.
  • Otimize as práticas operacionais e de manutenção – Os projetistas ecológicos irão especificar materiais e sistemas que reduzem os requisitos de manutenção, requerem menos água e menos energia. Isso, por sua vez, deve ser econômico, reduzindo os custos do ciclo de vida.

 

# Benefícios práticos da construção sustentável

1. Materiais sustentáveis

Materiais biodegradáveis

Os métodos tradicionais de construção levam ao acúmulo de resíduos e produtos químicos tóxicos, a maioria dos quais leva centenas de anos para se degradar. As vantagens do uso de materiais biodegradáveis, como tintas orgânicas, são que eles limitam o impacto negativo no meio ambiente, pois se degradam facilmente sem a liberação de toxinas.

Isolamento verde

O isolamento é uma das maiores preocupações na construção de casas e edifícios. O isolamento verde provou ser uma tecnologia de construção sustentável, pois elimina a necessidade de acabamentos de alta qualidade com materiais não renováveis. Em vez disso, é criado a partir de materiais reciclados, como jeans e jornais.

Bambu

Os especialistas em sustentabilidade concordam universalmente que o bambu é o material de construção mais ecológico do planeta. O bambu tem uma alta relação resistência-peso e durabilidade excepcional, dando-lhe uma resistência abrangente maior do que o tijolo ou concreto. O mais importante é que sua taxa de auto-geração é incrivelmente alta, com algumas espécies crescendo até um metro em 24 horas.

Hempcrete

Hempcrete é um composto de construção semelhante ao concreto, porém considerado um dos materiais de construção mais sustentáveis. É criado pela mistura úmida de hurds de cânhamo (fibras de madeira do núcleo da planta) com um aglutinante à base de cal e água. A mistura é então fundida em moldes ou aplicada diretamente, atendendo a diversos fins de construção e isolamento.

2. Tecnologias sustentáveis

Vidroi inteligente eletrônico

O vidro eletrônico inteligente é uma tecnologia relativamente nova que funciona para bloquear o forte calor da radiação solar. O vidro inteligente usa sinais eletrônicos para carregar levemente as janelas e alterar a quantidade de radiação que reflete. Outras vantagens incluem custos reduzidos de aquecimento e ar condicionado.

Edifícios com alimentação própria

Prédios agora estão sendo construídos para gerar energia suficiente para atender às suas próprias necessidades de energia e até mesmo direcionar o excedente de energia de volta para a rede elétrica das cidades.

A tecnologia de energia eólica é muito comum em arranha-céus, nos quais as turbinas são montadas no telhado. As fortes correntes de ar em grandes altitudes impulsionam as pás da turbina, que geram os requisitos de energia para o edifício.

Cool Roofs

Cool Roofs são projetados para oferecer maior refletância solar e diminuição da emissão térmica. Basicamente, eles refletem mais os raios solares do que o telhado normal e evitam que o ar quente ou frio de dentro escape pelo topo de um edifício.

Painéis solares

A energia solar é produzida ao coletar a luz solar e convertê-la em eletricidade. A tecnologia solar térmica também pode ser usada para aquecimento de água ou refrigeração de edifícios. Com energia e calor ilimitados do sol e zero emissões de gases de efeito estufa, isso torna a energia solar uma das tecnologias de construção mais sustentáveis.

 

# O futuro: edifício Verde

Estudos mostram que o desenvolvimento e o crescimento a longo prazo de comunidades maiores teve um grande impacto no ambiente natural circundante.

Como tal, os especialistas estão agora se concentrando no projeto e na construção de edifícios verdes que poderiam fornecer às pessoas uma forma mais responsável de consumir recursos naturais.

Não só a funcionalidade generalizada de edifícios verdes melhora o meio ambiente local, mas aqueles que trabalham e vivem dentro dos edifícios podem desfrutar de uma vida mais saudável, livre de poluição e resíduos.

Gostou da matéria? Saiba mais sobre carreira profissional aqui.

Você também pode gostar de
Como funciona um projeto arquitetônico?
A arquitetura das pirâmides do Egito
Construção modular, o futuro da arquitetura
Principais tendências na construção civil em 2020