Como fazer um Projeto Arquitetônico?

Talvez você já deva ter se perguntado o que é ou como desenvolver um Projeto Arquitetônico.

Saiba que ele é um “processo” e está dividido em etapas.

———— PUBLICIDADE ————

Sinalizamos não só as etapas, mas o que você pode esperar ao trabalhar com um arquiteto, seja na construção de um imóvel ou mesmo a reforma dele.

Vejamos abaixo:

Projeto Arquitetônico aprenda como fazer!

Como desenvolver um Projeto Arquitetônico?

1. Briefing:

O Levantamento ou Briefing é a avaliação completa e sistemática dos valores, objetivos, fatos e necessidades inter-relacionados da família de um cliente e da comunidade circundante.

Uma vez bem concebido leva a um design de alta qualidade.

———— PUBLICIDADE ————

É quando você se encontra com seu arquiteto para discutir todas as suas necessidades e desejos para sua nova casa.

Durante esta etapa, seu arquiteto irá reunir informações sobre o canteiro de obras ou casa existente (se você estiver reformando).

Agora, o proprietário e o arquiteto começarão a formar uma relação coesa e um conceito compartilhado para a construção final.

———— PUBLICIDADE ————

Aqui são definidos o escopo, recursos, propósito e funcionalidade da sua casa.

Com seu arquiteto, você desenvolve e aprimora uma “visão” para o projeto.

Você deverá considerar o que deseja estética e funcionalmente da sua casa.

———— PUBLICIDADE ————

Qual é o prazo para ocupar sua nova casa?

Quais são os requisitos de espaço interno e externo ou os movimentos e interações prováveis ​​daqueles que estarão morando e visitando sua casa?

As respostas a essas e outras perguntas fornecerão uma visão sobre os usos e as condições de vida.

Percepções que seu arquiteto usará para projetar uma casa criada especificamente para você e seu estilo de vida.

Este é o ponto onde o orçamento do seu projeto será discutido.

É útil para você entender que os custos de reforma ou construção podem variar, dependendo das variáveis ​​do local, tamanho, estrutura e especificações.

Projeto Arquitetônico aprenda como fazer! Clique!

2. Estudo preliminar.

Visto que os requisitos do projeto arquitetônico são determinados na etapa 1, a fase de design começa.

Seu arquiteto dá forma à sua visão através de desenhos.

O arquiteto fornece uma avaliação preliminar, cronograma e orçamento de construção desenvolvidos na fase de pré-projeto.

E então prepara desenhos esquemáticos que ilustram o projeto para revisão com o proprietário.

Os desenhos apresentam o Briefing e atendem aos requisitos de cronograma e orçamento de construção.

Sua entrada nesta fase é vital, conforme você obtém os primeiros vislumbres e, em seguida, uma visão mais definida de como sua casa tomará forma.

É importante estabelecer um processo claro de tomada de decisão com seu arquiteto durante esta fase.

Após aprovados pelo cliente, os desenhos neste estágio geralmente são suficientes para iniciar qualquer processo de revisão da vizinhança.

Se você estiver trabalhando com um construtor neste ponto do processo, eles discutirão uma estimativa preliminar do custo de construção (encorajamos a seleção de um construtor no início do processo).

Projeto Arquitetônico aprenda como fazer! Clique!
Projeto Arquitetônico aprenda como fazer! Clique!

3. Anteprojeto:

O anteprojeto é a evolução do estudo preliminar, nele são especificados os elementos, instalações e componentes, necessários para a total compreensão do projeto pelo cliente.

Nesta fase, o arquiteto irá traduzir o design do conceito das ideias para a forma física.

As tarefas nesta etapa baseiam-se no design esquemático aprovado para atingir um nível de integridade que demonstra que o projeto pode ser construído.

O projeto esquemático é sobreposto com informações mais detalhadas obtidas de consultores e membros da equipe.

O arquiteto elabora problemas de coordenação detalhados, enquanto aprimora o projeto, de forma que grandes revisões não sejam necessárias durante a documentação de construção ou, pior, durante a construção.

Nesta etapa são apresentadas plantas dos pavimentos, cortes esquemáticos, fachada principal e especificação prévia dos principais acabamentos de fachada.

Nesta fase ainda é possível realizar alterações no projeto, daqui em diante não, por isso fique atento e só siga com certeza das suas escolhas.

Esta é uma parte emocionante também, onde os sonhos se concretizam na forma tridimensional.

Embora seu envolvimento leve tempo e várias decisões devam ser tomadas, trabalhar com seu arquiteto deve ser uma experiência gratificante.

Você é incentivado a revisar seus planos – para viver virtualmente neles – em diferentes momentos do dia.

Gastar um tempo considerável contemplando seu projeto agora, durante os estágios iniciais do processo, economizará tempo e potenciais alterações caras posteriormente.

Projeto Arquitetônico aprenda como fazer! Clique!
Projeto Arquitetônico aprenda como fazer! Clique!

4. Projeto Arquitetônico.

Esta é a fase de especificação detalhada e minuciosa de tudo que foi definido até o anteprojeto, por isso, se divide em sub etapas:

Projeto básico ou legal:

É o desenvolvimento mais aprofundado do anteprojeto, contendo todas as informações necessárias à perfeita compreensão do projeto, possibilitando o início do desenvolvimento dos projetos complementares (hidráulico, elétrico, estrutural, sistemas, etc.).

Em grandes empreendimentos, estes projetos complementares são realizados por uma equipe de arquitetos.

Com o projeto básico temos informação suficiente para a elaboração de estimativas de custo, de prazos e serviços de obra.

É nessa etapa que ocorre a elaboração de todos os desenhos técnicos de arquitetura necessários para aprovação do projeto na prefeitura.

São finalizadas plantas de implantação e plantas de situação em caso de construção.

Também são finalizadas outras plantas como elevações e cortes, com níveis, cotas e dimensões básicas de todos os espaços; fachada frontal; planta de cobertura; cálculo de áreas e quadro de esquadrias; indicação dos principais acabamentos e registro de responsabilidade técnica.

É no projeto básico que se tem a obtenção de licenças e alvarás de obra, conforme as normas vigentes e posturas dos órgãos municipais competentes.

Portanto, nessa fase são também necessários os dados de documentação jurídica e cadastrais do imóvel, pagamento de taxas e emolumentos legais (a cargo do cliente) e levantamento topográfico/sondagem do terreno (tudo isso a cargo do cliente).

Não é de responsabilidade dos arquitetos o acompanhamento do processo de aprovação na prefeitura, se desejar esse trabalho, deve ser orçado na contratação.

Fica a cargo dos arquitetos revisarem o projeto quantas vezes forem necessárias para aprovação municipal.

Projeto Executivo:

Essa é a sub etapa destinada à concepção e à representação final das informações técnicas da edificação, completas, definitivas, necessárias e suficientes à contratação e à execução dos serviços de obra correspondentes.

Do projeto executivo devem constar memoriais descritivos com especificação de todos os materiais de acabamentos.

Louças e metais; detalhe das esquadrias, escadas e guarda corpos; planta com paginação de piso, elevações de todas as paredes que compõe a área molhada (Banho e cozinha).

Planta de forro; marcação de elementos de elétrica e pontos de iluminação gerais; elevação de todo o mobiliário fixo; planilhas de orçamento e cronogramas básicos.

Coordenação e compatibilização de projetos:

Essa sub etapa é desenvolvida ao longo de todo o processo de elaboração do projeto arquitetônico envolvendo a atividade técnica que consiste em coordenar e compatibilizar o projeto arquitetônico com os demais projetos complementares.

Especialmente quando estes são feitos por terceiros, como levantamento planialtimétrico, cálculo estrutural, projeto hidrossanitário, elétrico e de telefonia.

Como fazer um Projeto Arquitetônico?
Imagem: Pinterest.

 

5. Assessoria para aprovação de projeto arquitetônico.

A assessoria para aprovação de projeto na prefeitura deve ser prestada por profissional com registro, visando ao auxílio técnico para a aprovação de projetos.

É importante saber que na reunião para avaliação do projeto na prefeitura é exigida a presença do responsável técnico do projeto.

6. Acompanhamento de obra.

O acompanhamento pode ser exercido pelo mesmo arquiteto que projetou, ou por outro definido para tal, para verificação da implantação do projeto na obra pelo construtor.

O objetivo é garantir que sua execução obedeça fielmente às definições e especificações técnicas do Projeto Arquitetônico.

7. As Built.

Além dos projetos acima, em alguns casos é importante documentar com exatidão, através de plantas e memoriais, todos os serviços executados e especificações detalhadas dos insumos utilizados na obra (materiais, códigos de fabricante, cores, etc.).

Comumente chamada de As Built, do inglês, como construído, essa relação serve para a manutenção, conservação, reforma e futuras ampliações do objeto.

A responsabilidade da documentação As Built é do responsável técnico detentor da ART ou RRT de execução.

Projeto Arquitetônico: Conclusão:

Agora que ficou bem claro o que acontece em cada etapa do projeto arquitetônico, fique atento à especificação da proposta de serviço.

Cada arquiteto se compromete a entregar um conjunto diferente de serviços na proposta.

Confira se a proposta que você recebeu tem tudo o que você precisa, assim não leva gato por lebre.

Não preciso nem falar para você desconfiar de propostas sem especificação né?

Esperamos que este blog tenha ajudado você a entender melhor as etapas que envolvem um Projeto Arquitetônico.

A comunicação aberta e a colaboração entre você e seu arquiteto ajudará a garantir um projeto bem-sucedido.

Gostou das dicas sobre como fazer um Projeto Arquitetônico?

Então acesse aqui abaixo outros assuntos que irão lhe ajudar bastante no ramo que Arquitetura e interiores:

 

Espero que este artigo tenha ajudado você!Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos!Conheça e se inscreva para receber dicas em nosso Facebook e em nosso canal do YouTube.Quer mais dicas sobre o mundo da arquitetura e Decoração, então confira alguns dos nossos artigos em:
Luciana Paixão
Luciana Paixãohttps://www.aarquiteta.com.br
Luciana Paixão, arquiteta e instrutora renomada, autora do "Guia Abrangente para Aprovação de Projetos de Prefeituras", é reconhecida desde 2013 no campo da arquitetura. Destacada como Mente Influente pela Revista "Negócios da Comunicação" e premiada por seu trabalho em mídias sociais, Luciana acumula mais de 400.000 seguidores, consolidando sua posição de liderança no setor.