Cores no Design de Interiores – 4 regras de como utilizá-la na decoração!

5/5 - (1 voto)

cores no design de interiores

Cores no Design de Interiores — 4 regras sobre cor que todo Designer de Interiores precisa saber para utilizá-la na decoração!

Para um design de interiores, acertar a cor certa em um ambiente é a parte mais difícil, pois as tonalidades são muitas, cada uma com uma qualidade, personalidade e combinações diferentes.

Para que a decoração funcione é preciso que elas estejam nas proporções corretas e aplicadas aos locais certos, do contrário, o ambiente ficará desarmônico.

Publicidade - OTZAds

No entanto, para ajudar quem está neste desafio, existem algumas regras de cores que podem ser usadas para alcançar o equilíbrio.

Confira cada uma delas abaixo:

Cores no Design de Interiores – 4 regras de como utilizá-la na decoração!

Cores no Design de Interiores - 4 regras de como utilizá-la na decoração!
Cores no Design de Interiores – 4 regras de como utilizá-la na decoração!

1 — Regra 30-60-10:

Dentre todas as regras do design de cores, a regra 30-60 é a grande amiga de quem está decorando um ambiente.

Independente do estilo ou gosto pessoal desse decorador, ela pode ser usada sempre para trazer um equilíbrio à paleta de cores. Sabe como ela funciona?

Na regra 30-60-10 são usadas três cores, sendo 60, 30 e 10 suas porcentagens de aplicações. Na hora da pintura, é preciso escolher um tom dominante, que ocupará 60% do espaço.

Em geral, esse tom dominante costuma ser uma cor mais neutra ou de tom moderado. A cor secundária, mais vibrante, ocupará 30% do espaço e a cor de destaque ficará com os 10% que sobram.

☞ Cartão de Crédito Santander SX – O cartão do Estudante Universitário do Brasiiil!

Se você é estudante universitário e está precisando de um cartão de crédito voltado para as suas necessidades financeiras, sem comprovação de renda e com possibilidade de conseguir zero de taxa de anuidade, O Banco Santander tem o cartão de crédito ideal para você!

Cartão de Crédito Santander SX - O Cartão do Estudante Universitário!
Cartão de Crédito Santander SX – O Cartão do Estudante Universitário! Clique para saber mais!  Veja como é fácil!

 

Publicidade - OTZAds
Confira também:  3 Dicas para deixar o banheiro mais bonito. Confira!

2 — Cores quentes x cores frias:

Aposto que você já deve ter escutado a expressão cores quentes e cores frias, certo? Sabe o que isso significa?

Cores e frias se referem à sensação que as cores transmitem, por exemplo, os tons de vermelho, laranja e amarelo são classificados como cores quentes porque são vibrantes, alegres.

Já tons como azul, verde e roxo são classificados como cores frias, o mesmo vale para o cinza.

Agora, o que muita gente desconhece é que a escolha de cores quentes ou frias para um local afetará sua energia, por isso, é muito importante pensar onde colocar cada uma delas.

Cores quentes, por exemplo, são as melhores opções para locais de entretenimento, como a sala, pois trazem uma sensação de acolhimento e otimismo.

Já as cores frias vão muito bem em quartos ou escritórios, já que dão uma energia mais calma.

Cores no Design de Interiores - 4 regras de como utilizá-la na decoração!
Cores no Design de Interiores – 4 regras de como utilizá-la na decoração!

3 — Esquema de cores complementares:

Esse esquema costuma ser considerado o mais simples entre os designers de interiores, porque envolve apenas dois tons. Em geral, as combinações giram em torno de azul e laranja, amarelo e roxo ou vermelho e verde.

Às duas tonalidades empregadas nesse esquema tem um contraste muito forte, trazendo uma boa dose de energia aos espaços, por isso, precisam ser usadas em pequenas quantidades, e sempre para dar mais destaque a um ambiente.

4 — Esquema de cores análogo:

Cores no Design de Interiores - 4 regras de como utilizá-la na decoração!
Cores no Design de Interiores – 4 regras de como utilizá-la na decoração!

Tem dificuldades em equilibrar a paleta de cores? Então um esquema de tons análogos pode ser uma boa pedida.

Aqui, é preciso apenas escolher uma cor central e usar outras de cada lado. Ficou complicado? Explicaremos:

No esquema de cores análogo, duas tonalidades são primárias e a terceira uma mistura das duas.

Publicidade - OTZAds
Confira também:  Faça você mesmo o seu cabideiro.
☞ Financiamento Imobiliário:

Casa, apartamento, novo ou usado, a Caixa Econômica tem a linha de crédito ideal para você!  O Sonho da casa própria pode estar mais perto de se tornar realidade do que você imagina:

Financiamento de Imóvel - Financie sua casa pela Caixa Econômica!
Financie sua casa pela Caixa Econômica! Clique aqui e veja como é fácil!

 

Por exemplo, no esquema de cores análogo dá para misturar vermelho, laranja e amarelo ou vermelho roxo e azul, por exemplo. Essa proporção, aliás, é ótima para deixar espaços equilibrados ou para quem quer usar a regra 30-60-10.

E aí, gostou do artigo sobre Cores no Design de Interiores?

Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos!

Quer mais dicas sobre o mundo da Arquitetura e Decoração, então confira alguns dos nossos artigos em: