Você acha o termo bioarquitetura novo para você?

Recentemente, este termo vem ganhando força graças à sua crescente popularidade.

———— PUBLICIDADE ————

Os edifícios biodiversos incorporam casas bioclimáticas, ecológicas e sustentáveis ​​em uma única categoria.

Saiba mais sobre os tipos de edifícios que os arquitetos e seus clientes adoram dando uma olhada nestas informações.

São necessárias informações adicionais!

O que é bioarquitetura?

Ao adicionar o prefixo “Bio” a um nome, as pessoas entendem que um método novo e pouco ortodoxo de design está sendo empregado.

———— PUBLICIDADE ————

A bioarquitetura se concentra na criação de edifícios que se misturam naturalmente ao ambiente circundante.

A criação de diversos lugares requer a compreensão de como todos os ambientes funcionam de maneira diferente.

Essa abordagem funciona para escritórios, residências e espaços comerciais maiores, incorporando a natureza em espaços que as pessoas geralmente ignoram.

———— PUBLICIDADE ————

A década de 1980 viu o surgimento do termo bioarquitetura, que foi usado por construtores e arquitetos para descrever estruturas que se misturam com a natureza, minimizando os danos ambientais.

Como funciona a bioarquitetura?

Bioarquitetura e a sua importância.

Para atender às exigências de conservação de água e energia elétrica, ventilação, iluminação e tratamento de resíduos, os biocondutores atuam como aliados.

———— PUBLICIDADE ————

As casas precisam de janelas maiores do que a arquitetura tradicional. Essas janelas permitem a entrada de ar natural e luz solar, que se converte em eletricidade através de painéis fotovoltaicos. Eles também coletam água da chuva para reutilização.

Esse processo de tomada de decisão requer considerar tanto a estética quanto as aplicações práticas ao tomar decisões.

Como este projeto precisa ser bem estudado antes de ser implementado, a escolha dos materiais e tecnologias adequados para sua criação deve ocorrer primeiro. Isso pode ser feito através de uma extensa pesquisa sobre a paisagem circundante.

O conceito de permacultura foi desenvolvido na década de 1970 como um sistema de substituição agrícola e industrial. A bioarquitetura, que está intimamente ligada à permacultura, utiliza plantas e animais encontrados naturalmente no meio ambiente.

Sobre a Permacultura?

A permacultura aproveita os princípios da ecologia para criar sociedades humanas sustentáveis. Ele une os seguintes aspectos da Permacultura:

Sabedoria tradicional.
Práticas agrícolas passadas passadas de geração em geração.
Estruturas de alto desempenho resultam da otimização do processo de projeto.
Ser igual em todos os três aspectos da vida: espiritual, físico e mental.
Diversidade;
Os recursos precisam ser sustentáveis ​​para que um projeto seja considerado adequado.

Qual a importância da bioarquitetura?

O futuro é a Bioarquitetura. Este projeto se esforça para conectar as áreas de vida das pessoas e os ecossistemas para manter os estados ecológicos atuais e garantir sua sobrevivência a longo prazo.

Mesmo os esforços preliminares na criação de bioarquitetura geram economia de custos, evitando a necessidade de transporte entre continentes.

Em 2027, as Nações Unidas afirmam que 85% da população mundial vive em cidades maiores do que uma pequena cidade.

Questões futuras devem ser levadas em consideração ao estudar os efeitos de uma nova construção. Isso inclui um planejamento urbano adequado para que problemas futuros não se desenvolvam.

As pessoas que vivem em áreas densamente povoadas estão criando um déficit habitacional com o aparecimento de sub-habitação. Levando em consideração a situação atual, não estamos prontos para acomodar tantas pessoas nas cidades.

Encontrar soluções para a indústria da construção é um trabalho orientado para o futuro que exige profissionais com conhecimentos especializados. Uma dessas ideias é a bioarquitetura, que nasceu da bioengenharia.

Bioarquitetura no Brasil

Muitos edifícios no Brasil possuem certificação Leed – terceiro lugar geral entre os países com o maior número de estruturas civis certificadas.

Para atender aos novos padrões de construção mais eficiente e produtiva, os engenheiros civis modernos buscam novos métodos de adaptação.

Os Estados Unidos criaram o Leed Certification System na tentativa de organizar melhor suas operações de negócios em todo o mundo.

Atualmente, o sistema é utilizado em mais de 160 países, com mais de 400 empresas no Brasil com certificações Leed.

Esses certificados avaliam as empresas em vários aspectos de suas operações.

  • Viagens e transporte são essenciais para estabelecer a localização de um local.
    – Espaço que pode durar no tempo com mudanças mínimas.
    – A conservação da água é eficiente quando realizada através da prática.
    – Manipulação de Energia e Ambiente.
    – Recursos e materiais são necessários para qualquer projeto.
    – Qualidade dos sistemas ambientais dentro do corpo.
    – Novas ideias e processos em andamento surgem de Inovação e Processos.
    – Crédito e precedência regional são dados a cada cartão.

As novas empresas brasileiras estão entendendo a necessidade de equilibrar adequadamente o meio ambiente do nosso planeta, incorporando o bem-estar ambiental em seus serviços.

Essas empresas entendem a importância de um ambiente saudável na manutenção de uma população saudável.

Adicione 5% a mais ao custo de construção dos edifícios mais verdes. Isso se deve ao maior valor do produto acabado, que pode ser atribuído à economia de água e energia elétrica.

Arquitetura sustentável

arquitetura sustentável

Em 1953, foi proposta a criação do Conselho Internacional de Construção. Essa organização serviria como um meio para que institutos de construção em todo o mundo cooperassem entre si.

Os dados do CIB mostram que a indústria da construção exige muitos recursos naturais e consome muita energia. Isso contribui para danos ambientais significativos.

A arquitetura sustentável e a construção civil ajudam a minimizar a quantidade de resíduos produzidos pela atividade humana. Isso se deve ao fato de que cerca de 50% dos resíduos são provenientes dessa atividade.

A arquitetura sustentável reduz o impacto no meio ambiente e custa menos do que os métodos convencionais de construção. Também promove o desenvolvimento cultural e social.

Qual a importância da arquitetura para a preservação dos recursos naturais?

Acredita-se que 38% dos gases de efeito estufa venham de edifícios, graças à crença de que a maioria é construída e operada de forma insustentável. É por isso que todas as estruturas precisam ser construídas de forma mais sustentável.

As pessoas entendem a necessidade de criar edifícios ecologicamente corretos, mas nem todos entendem as especificidades da sustentabilidade.

Edifícios sustentáveis ​​oferecem muitos benefícios para a saúde, bem como redução da poluição. Esses edifícios reduzem o impacto que ambos têm na saúde de todos.

Levar em consideração as necessidades das pessoas, do meio ambiente e da economia é fundamental ao criar um edifício sustentável.

Qualquer estrutura que não proporcione um ambiente de trabalho saudável será considerada desequilibrada e insustentável.

Princípios básicos da bioarquitetura

Independentemente do tipo de construção – seja uma casa, edifício ou outra estrutura – todas as construções sustentáveis ​​têm algumas características em comum.

Todo projeto de construção sustentável deve ter um objetivo ambiental, como usar os mesmos materiais e designs de outros edifícios.

Devem também priorizar a reutilização de materiais e técnicas existentes em novos projetos.

Características da bioarquitetura

A bioarquitetura apresenta destaque devido aos seus traços significativos a seguir:

Tornar claro o desejo de redução de resíduos de construção e a preferência por sistemas modulares;
Uma predileção por criar pequenos terremotos.
Os materiais são analisados ​​em seu ciclo de vida, considerando os materiais que podem ser reciclados, devolvidos ou refeitos com recursos renováveis.
O desejo de usar materiais certificados.
Criando materiais que exigem grandes quantidades de energia e substâncias nocivas para criar.
Proporciona alívio ao utilizar luz e ventilação naturais.
Materiais e mão de obra locais são os preferidos.
Uso de estilos de construção comuns sempre que possível.
O uso adequado de sistemas que lidam com água cinza é crucial para a construção civil. Isso inclui tudo, desde o uso de pias e chuveiros até máquinas de lavar.
Os resíduos são devidamente controlados e geridos.
É encorajado a reciclar e reutilizar materiais tanto quanto possível.
A permacultura goza de grande consideração.

Arquitetura Vernacular

arquitetura vernacular
Arquitetura vernacular: fonte – Finger móveis.

E sobre Arquitetura Vernacular você conhece?

Técnicas e materiais de construção tradicionais são valorizados neste estilo de arquitetura. Também leva em consideração o ambiente circundante e as tipologias locais.

Devido à sua resistência ao tempo e ao meio ambiente, este método de construção utiliza materiais que se conectam naturalmente com o mundo exterior. Também possui alto isolamento térmico e acústico, tornando-se uma parte bem integrada ao ambiente.

Para suportar a arquitetura vernacular, são necessários avanços em outras tecnologias. Isso vai contra um dos princípios básicos da bioarquitetura – arquitetura vernacular – mas não pode ser completamente evitado.

Tecnologias contemporâneas apropriadas precisam funcionar bem com a arquitetura deste edifício. Muitos materiais são usados ​​na criação desta estrutura, incluindo metais, madeira e materiais cerâmicos.

Além de atuar como isolante térmico, muitos telhados verdes também aumentam a área de seu telhado. Isso ajuda a proporcionar conforto térmico e acústico, bem como uma camada de isolamento adicional para o edifício.

Exemplos de projetos de bioarquitetura

Confira abaixo exemplos de projetos de arquitetura sustentáveis:

Residência Atibaia por Michel Habib

O arquiteto deste projeto valorizou o uso de métodos construtivos que utilizam materiais e sistemas ecologicamente corretos e com valores sociais culturalmente aceitáveis.

Michel projetou sua casa como uma bioconstrução ecologicamente correta depois de aprender os benefícios de morar em uma.

O projeto utilizou sistemas previamente estudados para maximizar os recursos naturais do terreno, como ventos e luz solar.

Vários métodos de construção e materiais foram incorporados à casa, como ripas de bambu, pau a pique, terra e gesso de cal e adobe. Uma técnica de construção de taipa também foi usada.

Os materiais vêm do reflorestamento ou da demolição dos recursos naturais da área. O bambu é uma planta de crescimento rápido e abundante na região que ajuda a tornar os materiais utilizados mais eficientes.

Reforçados por ventilação natural, iluminação e um telhado verde, os sistemas garantem níveis adequados de temperatura e umidade nos espaços internos. Isso leva a ocupantes mais saudáveis ​​e custos de energia reduzidos.

Para saber mais sobre esse projeto clique aqui: Michel Habib Bioarquitetura

Casa de Girassol por Irina Biletska

O projeto foi desenhado por Irina Biletska, arquiteta, em colaboração com o cliente. Tem como foco criar um ambiente harmonioso com soluções ecológicas e minimizar os conflitos de estilo de vida com o cliente.

Ao escolher um local de implantação que envolvesse a integração da construção com o entorno, o projeto considerou paisagens próximas, trilhas e vegetação existente.

Uma árvore já foi planejada para ser incluída no projeto da varanda antes da construção. Além disso, foi feito um plano de iluminação zenital para um quarto.

As paredes internas são feitas de madeira e um telhado verde instalado sobre ela. A piaçava é usada para o telhado em vez de tintas naturais e gesso porque é mais ecológica. Em vez de tijolos ecológicos, a lama é usada para a maioria das paredes externas.

Para saber mais sobre esse projeto clique aqui: Irina Biletska & Gonzalo Nadal – arquitetura orgânica e bioconstrução.

Gostou sobre o artigo sobre Bioarquitetura?

Espero que este artigo tenha ajudado você!

Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos!

Quer mais dicas sobre o mundo da arquitetura e Decoração, então confira alguns dos nossos artigos em:

Espero que este artigo tenha ajudado você!Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos!Conheça e se inscreva para receber dicas em nosso Facebook e em nosso canal do YouTube.Quer mais dicas sobre o mundo da arquitetura e Decoração, então confira alguns dos nossos artigos em:
Luciana Paixão
Luciana Paixãohttps://www.aarquiteta.com.br
Luciana Paixão, arquiteta e instrutora renomada, autora do "Guia Abrangente para Aprovação de Projetos de Prefeituras", é reconhecida desde 2013 no campo da arquitetura. Destacada como Mente Influente pela Revista "Negócios da Comunicação" e premiada por seu trabalho em mídias sociais, Luciana acumula mais de 400.000 seguidores, consolidando sua posição de liderança no setor.