Acessibilidade – Como projetar dormitório adaptado para Idosos?

Os dormitórios adaptados devem, portanto, ser planejados para atender a todas as possíveis necessidades de quem permanece muito tempo neste local: dormir, descansar, ver televisão, escutar música, realizar atividades manuais como bordar e escrever, etc.

———— PUBLICIDADE ————

Por isso deve ser projetado de modo a melhor servi-los pensando não somente na acessibilidade, mas na problemática de acidentes domésticos!

Acessibilidade - Como projetar dormitório adaptado para Idosos?
Acessibilidade – Como projetar dormitório adaptado para Idosos?

Acessibilidade – Considerações sobre dormitórios adaptados:

Alguns elementos construtivos são essenciais na elaboração de projetos de dormitórios adaptados:

  • 1 — Elementos Construtivos – o quarto do idoso deve estar localizado no térreo com acesso fácil ao banheiro.
  • Alguns detalhes construtivos podem ser planejados, facilitando o dia-a-dia e valorizando o conforto e a segurança:
  • 2 — Conforto Psicológico: as janelas devem valorizar belas vistas: paisagens ou o movimento da cidade (para estimular os sentidos);
  • 3 — Conforto Físico: esteja atento à orientação do quarto, o qual deve ser bem iluminado e ventilado;
  • 4 — Disposição do Quarto: quanto mais completo e confortável, melhor. Integre o espaço de dormir ao banheiro e se possível crie um pequeno estar, o qual poderá ter uma copa;
  • 5 — Porta do Quarto: mínimo 90 cm de largura. A maçaneta deve ser linear facilitando a abertura da porta (evitar modelos arredondados). Prefira o sistema de alavanca e com material aderente para que a mão não escorregue na hora de abrir;
  • 6 — Janela:  deve ser leve, com abertura para dentro do ambiente (evitando que o idoso tenha de se alongar para fechá-la) ou de correr; vidros com isolamento acústico para um sono mais tranquilo;
  • 7 — Circulação: entre o quarto e o banheiro deve ser facilitada, sem qualquer objeto no caminho; caso exista um corredor entre estes dois ambientes, deve-se prever uma iluminação automática através do uso de sensores.

Cuidados com os móveis para dormitório sadaptados:

1 — Cama:  deve ter cabeceira para permitir que a pessoa possa se encostar; sua altura deve permitir ficar sentado e apoiar os pés no chão facilitando o equilíbrio (evitando tonturas) — geralmente entre 45 e 65 cm dependendo do idoso;  para evitar que o cobertor caia no chão deve-se prendê-lo nos pés da cama; usar apenas um travesseiro para evitar possíveis sufocamentos;

———— PUBLICIDADE ————

2 — Colchão e travesseiro devem corresponder com as necessidades de saúde da pessoa (como o peso); deve ter estrado robusto e resistente, pois muito idosos se “soltam” quando vão se sentar; uma cama larga permite maior conforto e reduz as oportunidades de acidentes à noite.

3 — Mesa Lateral deve ter cantos arredondados; sua altura deve ser igual ou um pouco mais alta que a cama (aprox. 10 cm); se possível ser fixa no chão ou na parede para que, caso a pessoa se apoie, ela não se mova;

4 — Armários com luzes internas para facilitar a visualização (portas devem ser leves);

Acessibilidade - Como projetar dormitório adaptado para Idosos?
Acessibilidade – Como projetar dormitório adaptado para Idosos?

5 — Cabideiros devem ser baixos;

———— PUBLICIDADE ————

6 — Gavetas devem ter trava de segurança; Puxadores devem ser do semelhante à alça; Corrediças tornam gavetas mais leves;

7 — Prateleiras com alturas variáveis;

8 — Armários com altura máxima de 1,40 m e 40 cm para acesso inferior.

9 — Estantes devem ser fixas na parede para que não caiam caso o idoso se apoie nelas;

10 — Poltrona deverá ser prevista uma para auxiliar vestir meias e sapatos; braços facilitam o descanso e também auxiliam quando o idoso for se levantar; deverá ter acento com tecido/almofada fofa para ser confortável;

11 — Poltronas reclináveis são ótimas para as horas de descanso; deve ficar encostada na parede para não atrapalhar a circulação; deverá ter encosto alto.

Equipamentos de segurança auxiliares para dormitórios adaptados:

  • Deve haver lanterna na gaveta para emergências;
  • Telefone e números de auxílio e campainha próximos da cama;
  • Relógio digital com números grandes;
  • Controle remoto de TV e ar condicionado.

Decoração de dormitórios adaptados:

A decoração correta protege o idoso e lhe garante conforto (físico e psicológico), além de autonomia.

Atenção: nada de criar espaços como hospitais, o quarto deve ser alegre e estimulante.

1 — Conforto Térmico:

  • Ar condicionado com controle remoto;
  • Persianas e películas de proteção nos vidros;
  • Pisos mais quentes, como os de madeira.

2 — Iluminação:

  • Abundante e uniforme: tenha uma iluminação geral a qual pode-se utilizar lâmpadas fluorescentes para tornar o espaço bem claro;
  • Opte por lâmpadas anti-ofuscante;
  • Interruptor em altura confortável a 1,10 m próximo à porta de entrada do quarto;
  • Deve haver um interruptor próximo à cama para que não seja necessário se levantar para acender a luz (pode ser na própria cabeceira da cama);
  • Interruptores com botões iluminados;
  • Colocar tomadas numa altura de 46 a 50cm do chão, evitando um maior esforço e risco de acidentes;
  • Uma opção é utilizar arandelas perto da cama para dispensar o uso de abajures e reduzir o número de objetos sobre a mesa de canto, tornando-a livre para copo de água, remédios e outros objetos úteis. Caso queria usar abajures, fixe-os na mesa.

3 — Outras considerações sobre acessibilidade:

  • Evite o uso de tapetes, pois podem provocar quedas. Como carpetes podem provocar alergias, uma solução para proteger os pés próximo da cama é usar fitas adesivas para fixar o tapete no chão e opte por modelos de cerdas baixas.
  • Prefira persianas a cortinas, pois acumulam menos pó;  opte por modelos que possuem sistema que facilita a abertura / fechamento;
  • Pode ser instalado um corrimão ao lado da cama para facilitar na hora de do idoso levantar-se;
  • Caso exista uma sacada no quarto do idoso, instale um guarda-corpo com altura entre 85 e 90 cm para permitir o apoio e evitar vertigens. Outra solução para evitar possíveis quedas é a instalação de redes de proteção;
  • Evite vidros e materiais cortantes;
  • Cores claras tornam o espaço mais iluminado; cores fortes pontuais garantem vida e alegria estimulando os sentidos; Verde e azul são tranquilizantes; Laranja e amarelo são energizantes e ótimas para estimular o apetite; muito branco pode estimular a tristeza.

Confira o meu projeto sobre Edifício Assistencial ao Idoso.

Para ter acesso ao projeto basta se inscrever gratuitamente em nosso site na área de arquivos gratuitos.

Os estudos de caso e TCC estão juntamente com as bibliotecas grátis.

Quer aprender mais sobre como projetar espaços no design de interiores? Então assista:

YouTube video

E aí, gostou do artigo sobre Acessibilidade?

Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos!

Quer mais dicas sobre o mundo da Arquitetura e Decoração? Então decore fácil sem mistérios, confira alguns dos nossos artigos em:

 

Espero que este artigo tenha ajudado você! Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos! Conheça e se inscreva para receber dicas em nosso Facebook e em nosso canal do YouTube. Quer mais dicas sobre o mundo da arquitetura e Decoração, então confira alguns dos nossos artigos em:
Luciana Paixão
Luciana Paixãohttps://www.aarquiteta.com.br
Luciana Paixão, arquiteta e instrutora renomada, autora do "Guia Abrangente para Aprovação de Projetos de Prefeituras", é reconhecida desde 2013 no campo da arquitetura. Destacada como Mente Influente pela Revista "Negócios da Comunicação" e premiada por seu trabalho em mídias sociais, Luciana acumula mais de 400.000 seguidores, consolidando sua posição de liderança no setor.