Do AutoCAD para o Revit – Confira 10 razões para migrar para o BIM

5/5 - (1 voto)
AutoCAD ou Revit
Imagem: youtube.com

10 razões para mudar do AutoCAD para o Revit – Confira!

AutoCAD ou Revit, eis a questão!

Esses dois softwares são amplamente usados por diversos profissionais no cotidiano.

No entanto, a uma grande dificuldade é saber qual deles é o melhor a ser usado em cada caso.

Publicidade - OTZAds

Enquanto o primeiro é uma ferramenta de representação gráfica mais usada para projetos 2D e 3D, o segundo é um software BIM (Modelagem de Informações de Construção) que permite fazer modelos para planejar, projetas construir e gerir edificações.

As diferenças nos dois são muitas e nós separamos a seguir 10 motivos para mudar do AutoCAD para o Revit.

Do AutoCAD para o Revit – Confira 10 razões para migrar para o BIM

1| Tudo em um só lugar

Com o Revit, não é necessário fazer nenhum elemento separado, tudo é feito em um modelo digital único e contém todas as informações necessárias.

Os usuários podem trabalhar no mesmo arquivo de projeto, mesclando suas alterações.

Imagem: .frazillioferroni.com.br

2| Rapidez do Revit

O Revit permite elaborar projetos de forma muito mais rápida, o que o torna um dos preferidos no mercado.

3| Precisão

O Revit usa modelos paramétricos 3D criados usando o modelo Revit 3D BIM para ajudar a criar projetos mais precisos e mais realistas ao invés polígonos formados por linhas.

revit
Imagem: aarquiteta.com.br

4| Renderização

O Revit possui boas ferramentas de renderização, de modo que é possível usar pacotes como o 3DS Max para gerar as visualizações diretamente a partir do modelo. Isso facilita todo o processo de design.

Publicidade - OTZAds

5| Integração e sincronização sem conflitos no Revit

No software, os modelos 2D e 3D são sincronizados e não há uma distinção entre eles.

Uma alteração em um deles leva a alterações em todos os desenhos relacionados, poupando tempo e trabalho, visto que está tudo integrado.

Confira também:  Por que você deve aprender a renderizar? Conheça nossos cursos de V-Ray!
Imagem: sienge.com.br

6| BIM

O Revit usa o conceito BIM, que já é uma grande tendência do mercado.

Com a tecnologia BIM, é possível envolver desde o início ao fim da edificação, desde a viabilidade até a demolição.

7| Relatório de custos do Revit

O software gera um relatório prévio de custos contendo tabelas e respectivos custos das diferentes partes do projeto.

revit
Imagem:

8| Do início ao fim

O fato de uma obra acabar não significa que os projetos podem ser destruídos e jogados na fogueira.

É possível, como esse software, fazer todo o acompanhamento depois do término da obra, podendo fazer alterações para prever o resultado de reformas e até mesmo na hora de demolir.

9| Controle geral da edificação

No Revit é possível controlar toda a edificação e saber, por exemplo, onde está cada equipamento, mesmo que ele fique mudando de local.

Imagem: autodesk.com.br

10| Fácil identificação de problemas

Por ser todo integrado, o ele permite uma fácil identificação de incompatibilidades existentes no projeto.

Assim, os conflitos podem ser resolvidos antes do início da obra, poupando tempo e dinheiro.

Interessou? Confira o curso de Revit da A Arquiteta!

Publicidade - OTZAds

E aí, gostou do artigo do AutoCAD para o Revit?

Então compartilhe com os amigos!

Em fim, não se esqueça de me deixar saber nos comentários o que você achou do artigo.

Até a próxima dica!

►Veja mais dicas em:

Quer mais dicas então confira alguns dos nossos artigos sobre:

► Siga-nos nas redes sociais:

Além disso, confira nossas redes sociais, siga-nos em: