Home > Design > Revestimento 3D é solução para ambientes pequenos

Revestimento 3D é solução para ambientes pequenos

/
19 abr 2016
//

A decoração de ambientes internos ganhou uma ajuda de peso para garantir um maior volume aos espaços, sem deixar a beleza para segundo plano. A solução para diferentes ambiente é o revestimento 3D, sinônimo de versatilidade e praticidade, além de muito bom gosto quando o assunto é decoração. A ideia, não é totalmente uma novidade no mercado, mas é um conceito em alta, bastante solicitado aos designers de interiores e profissionais da arquitetura e que traz também um ar de modernidade ao ambiente. E no caso de ambientes pequenos, o revestimento auxilia bastante no aumento do tamanho e nas medidas de volume do cômodo.

Imagem: Você Precisa Decor

Imagem: Você Precisa Decor

O revestimento 3D atua na volumetria do ambiente, com uma ideia de aumento de espaço, o que pode ser obtido também com a integração de elementos decorativos, fundamentais para novas percepções dos cômodos. Por exemplo, este efeito de aumento de espaço pode ser obtido a partir do direcionamento da luz no ambiente e até mesmo com uma disposição eficaz dos móveis.

A designer de interiores Fabiana Visacro chama a atenção para os usos que podem ser atribuídos ao revestimento. “Às vezes, em um ambiente pequeno, onde não se pode encher de móveis e não se quer comprometer a circulação, mas quer dar um volume para aquele espaço, ele se destaca e fica fantástico. Quando há uma iluminação focada, por exemplo, você tem nuances e cria um efeito de luz e sombra”, afirma Fabiana.

revestimento-sala-blog-da-arquitetura

Imagem: Osvaldo Castro

Não faltam opções no mercado, com diferentes cores, espessuras e design, o que facilita bastante o momento de escolha do revestimento. Quartos, salas, corredores e lavabos podem se beneficiar desta forma de revestir. Nos lavabos, por exemplo, o revestimento em 3D torna este espaço diferenciado dos outros banheiros da casa, mas sempre com muita praticidade e garantindo também a higiene e proteção à estrutura.

Geralmente o revestimento 3D é instalado a partir de placas que reproduzem as texturas e podem se assemelhar a diferentes elementos – como rochas, bambus e outros rústicos. Os desenhos, figuras geométricas e efeitos visuais também podem ser bem distintos. Tanto é possível uma característica mais delicada como também a quebra na monotonia do ambiente como resultados da adesão ao revestimento 3D.

banheiro-3D-blog-da-arquitetura

O revestimento em lavabo, projeto das profissionais Mariana Riemma e Daniele Moreira Imagem: Casa Vogue

E cada vez mais especialistas recomendam esta forma de revestir as paredes, mas sempre com a necessidade de atenção a alguns detalhes. Para a arquiteta Simone Rocha, é importante observar, na hora de escolher o revestimento, aquele que garanta um aspecto mais natural e homogêneo às paredes. “Leve em consideração, também, o tamanho e a iluminação do ambiente, pois quanto menor e/ou mais escuro, mais suaves devem ser os movimentos 3D dos revestimentos para não ficar cansativo nem gerar a sensação de confinamento”, salienta a arquiteta.

E que tal aproveitar as ideias e sugestões para a próxima reforma de casa, ou para o design de interiores da nova residência, seja casa ou apartamento? Conheça mais alguns exemplos:

varanda-blog-da-arquitetura

Imagem: Você Precisa Decor

bar-blog-da-arquitetura

Imagem: Você Precisa Decor

sala-de-jantar-blog-da-arquitetura

Imagem: Você Precisa Decor

revestimento-3D-blog-da-arquitetura

Imagem: Casa e Construção

revestimento-blog-da-arquitetura

Imagem: Studio Innovare

Referências: Mão Dupla Comunicação,  Mundo das Tribos

 

Você também pode gostar de
10 erros que quase todos cometem em design de interiores
Ônix é o novo mármore.
Como modernizar uma casa tradicional?
espaço aberto
Como projetar um pequeno espaço aberto?

Deixe um Comentário