Home > Mundo Arquitetura > Conheça tudo sobre a House 21

Conheça tudo sobre a House 21

/
24 out 2017
//

A Case Study House 21 é um projeto assinado pelo arquiteto Pierre Koenig, e é considerada uma das obras mais emblemáticas do modernismo.

A casa fica em solo americano, mais precisamente em Hollywood Hills, e faz parte das Case Study House, um programa de arquitetura experimental com foco em residências. Por conta disso, ela é considerada um dos poucos projetos que trazem essa essencial real que o programa queria, com um desenho e o uso de materiais inovadores em sua construção.

E é sobre isso que iremos abordar neste artigo. Quer conhecer a fundo a House 21? Então acompanhe:

O programa

Antes de falarmos sobre a casa, o programa de arquitetura dá um show à parte e merece destaque aqui também.

Ele durou de 1945 a 1966, financiado pela revista Arts & Architecture, com incentivou de seu diretor, John Entenza.

A ideia era realizar a amostra de projetos residências com baixo custo, para um novo modelo de relação entre o design e a vida moderna que está nascendo ali.

Muitos nomes conhecidos e em início de carreira puderam participar do programa. Além de Koenig, nomes como Richard Neutra e Eero Saarinen também participaram do Case Study House, utilizando a oportunidade para a divulgação de suas ideias como arquitetos.

Ao todo, foram finalizados 36 projetos de casas e um prédio de apartamentos, sendo a House 21 um dos mais conhecidos e reverenciados dentro do programa, e fora dele também.

Em grande maioria, os protótipos de baixo custo atendiam a cidade de Los Angeles, na Califórnia, mas outras cidades como Phoenix e San Francisco também foram contempladas. Todas as localidades ficavam nos Estados Unidos.

Outra característica do programa, é que a maioria dos projetos eram para clientes hipotéticos, onde outras traziam figuras reais que foram contempladas com as casas, novamente como a House 21.

Embora tenha apresentado uma proposta interessante, muitos desses projetos jamais chegaram a ser realizados de fato, ficando apenas no papel.

No entanto, mesmo sem a construção dos projetos, todos traziam como marca as grandes contribuições para a arquitetura, tendo relevância e influencia a área até hoje, isso em aspecto mundial, pois avançaram além do solo americano.

Os projetos que conseguiram ser construídos, são marcos para a arquitetura moderna, todos com características bastante marcantes. Na época, trouxeram soluções criativas para as construções pós-guerra, visto que o início do projeto coincide com o fim da Segunda Guerra Mundial.

A Bailey House: A House 21

Dentro do programa experimental ela é chamada de House 21, no entanto, o projeto é conhecido também como Bailey House. O nome remete a seu proprietário, o psicólogo americano Walter Bailey, para quem a casa foi criada.

Levou dois anos para o projeto sair do papel e tomar forma, já que a House 21 foi construída entre 1956 a 1958 por Koenig.

Durante todo o seu trabalho como arquiteto, ela procurou desenhar projetos que pudessem representar a tecnologia e estilo de vida levado pelos californianos, trazendo uma consistência firme e sem a presença de maneirismos desnecessários, foi isso que ele conseguiu passar para a Bailey House.

Esse foi um dos primeiros projetos da carreira do arquiteto, que realizou a obra no início de seu trabalho.

Para isso, Koenig utilizou uma variedade pequena de materiais, onde são evidenciados aço e vidro. A ideia era dar ao projeto uma expressão mais pura.

O arquiteto possuía uma visão estética puxada para o lado funcional, mostrando estruturas que se parecem simples, mas de outro ângulo são vistas com extrema complexidade e organização.

Conceito da obra

O estilo de vida na Califórnia eram elementos fundamentais aos projetos de Koenig, que se manteve bastante fiel com essa ideia.

Deste modo, o espírito proposto remete ao Leste da Califórnia, trazendo a tradicional armação de balão e centro-home que é comum para os americanos. Isso desempenha um clima de contraponto para a piscina na parte externa, possibilitando que ela converse e estabeleça uma forte relação ao meio ambiente.

O projeto é simples, mas traz complexidade de alguma forma. A obra saiu tão perfeita, que é considerada um dos grandes exemplos de modernismo arquitetônico entre os projetos experiementais do programa Casa Study House.

Em cada cômodo da House 21 há uma definição clara o estilo que o arquiteto adotava, trazendo referencias para habitação contemporânea dos americanos naquela época.

Tanto é que a House 21 expressa, como pouco projetos conseguem, o modo de vida sem os costumes mais antigos ou os sonhos de seus habitantes, mas sim uma representação atual de seu tempo.

Materiais predominantes

O que mais é evidenciado são aço e vidro, materiais que tão o ar moderno que Koenig quis passar. Os pilares de aço, por exemplo, têm cerca de 100 h e feixes a 200 milímetros, o mesmo material utilizado na tampa para as paredes.

Já as janelas são em vidro, com chapas de aço dobrado para a cobertura pré-fabricada.

Também foram usadas linguetas de aço para a composição de painéis laterais, e estes foram pintados de branco, de modo a contrastar com o interior da tampa, que forma linhas pretas na estrutura.

Por fim, os pisos dispostos no pátio da House 21 são de tijolos, trazendo uma tonalidade vermelha ao espaço.

A montagem da casa é no estilo in situ, cobrindo detalhes minuciosos com o recurso do aço, que pode ser visto em um piso a plano aberto. Isso foi feito para aproveitar ao máximo as luzes que essa estrutura pode oferecer, dando a oportunidade de o ambiente receber uma boa iluminação.

Assim, ele é composto por quatro quadros estruturais em aço duplo de extensão, estrutura essa em formato retangular e pré-fabricada. Elas têm 13,40 de largura e mais 2,75 de altura.

Há três varandas que fazem a moldura para a entrada e a garagem do projeto, com vigas de aço embutido ao beiral do telhado, completando o ar moderno e tão aclamado que o projeto conseguiu trazer.

A House 21 foi um dos poucos projetos do Case Study House que saíram do papel.

Existem outros exemplos bacanas de casas modernistas para se inspirar. Se você é uma destas pessoas que gostam deste tipo de projeto, terá então