Home > Mundo Arquitetura > O que é Arquitetura e Urbanismo?

O que é Arquitetura e Urbanismo?

///
Comments are Off

A Arquitetura é uma área profissional que naturalmente, amo! Mas você que esta começando a se apaixonar, ou a se interessar por ela, sabe o que significa? Não? Mais ou menos? Então vamos lá:

O que é Arquitetura?

Render Externo

Classificada por alguns personagens históricos como a habilidade de transformar um pensamento em pedra, a arquitetura faz parte da vida do homem desde os tempos mais antigos.

Os primeiros arquitetos utilizavam as matérias-primas disponíveis na natureza, e que estavam a seu redor, para criar prédios, pontes e outras maravilhas históricas que conhecemos atualmente.

De suas investigações surgidas de métodos envolvendo a tentativa e erro, surgiram diversos estilos e técnicas construtivas, que se adequavam a diversos estilos e aos mais variados climas e relevos.

Originária do grego, a palavra arquitetura pode ser definida como a arte de projetar e construir edifícios e ambientes habitados pelos seres humanos. Mas sua definição vai muito além disso, como veremos a seguir.

Qual a definição de Arquitetura?

Capaz de se reinventar a cada instante, a arquitetura é vista, atualmente, como um conjunto de técnicas, princípios, normas e materiais utilizados para criar e dispor partes ou elementos de edifícios e outros espaços urbanos em geral.

Como intervenção, a arquitetura manipula o meio ambiente onde está inserida, para atender a determinada expectativa, como a melhor ocupação do solo, organizar os diferentes tipos de atividades humanas e transformar suas acomodações, dando-lhes uma melhor qualidade de vida.

Quem exerce a Arquitetura?

A arquitetura é exercida pelo arquiteto, profissional habilitado para criar projetos de edificações e outros espaços, e também a resolver todos os problemas envolvidos nessa tarefa.

É trabalho do arquiteto também compreender os fatores que se relacionam com isso, sua finalidade e as histórias e costume de um povo, respeitando sempre eventuais imposições de seu meio e os hábitos da sociedade em que estiverem inseridos.

O que se aprende no curso de Arquitetura e Urbanismo?

Para ser considerado apto a exercer a função de arquiteto, é necessário concluir o curso de arquitetura e urbanismo.

Com duração média de cinco anos (dez semestres), as disciplinas ensinadas no curso são bastante amplas, mesclando o ensino teórico e prático.

Atualmente, existem mais de 352 escolas de arquitetura no Brasil, sendo que 80% delas são particulares. Além da alta concorrência por cada vaga, os estudantes que desejam se formar em arquitetura precisam se preparar financeiramente.

Além do custo elevado das mensalidades, é preciso investir também em materiais, sobretudo nos primeiros semestres, além das longas horas de estudo. O bom arquiteto passa muitas horas dentro e fora da sala de aula, pesquisando, observando e entendendo o mundo a seu redor.

Disciplinas ensinadas na faculdade de Arquitetura e Urbanismo

A vida do estudante de Arquitetura é desafiadora! Os alunos que iniciam o curso de arquitetura se deparam, nos primeiros semestre, com as técnicas de forma ampla. Em seguida, o treinamento é voltado a técnicas específicas e no aperfeiçoamento das habilidades de forma prática.

Alguns requisitos cobrados para os interessados em enveredar pelo mundo da arquitetura precisam desenhar à mão e realizar cálculos. Embora possam parecer um pouco assustadores à primeira vista, essas habilidades são treinadas e aperfeiçoadas pelos professores das disciplinas que compõem o curso.

Faz parte da função dos professores de arquitetura desenvolver tais habilidades, estimular a motricidade e o raciocínio crítico de seus alunos, estimular sua criatividade e aplicar o conhecimento teórico aprendido em sala de aula.

Fundamentos do curso de Arquitetura e Urbanismo

A cada ano, o curso de arquitetura fundamenta as disciplinas e habilidades cobradas dos alunos interessados em se tornar um arquiteto. Conheça cada uma delas:

Primeiro ano

Aqui, os alunos aprenderão os conceitos básicos da arquitetura, como identificar as escolas arquitetônicas, compreender representações gráficas digitais, realizar desenhos livres, analisar formas estruturais, topografia, paisagem urbana, planejar sua carreira, entre outras.

O primeiro ano é uma das etapas mais importantes da vida acadêmica dos futuros arquitetos, pois será sua base para que desenvolva projetos arquitetônicos e urbanísticos.

Segundo e terceiro ano

Nesta etapa, os alunos se deparam com matérias práticas, exigindo muitas horas de estudo. Aqui, as matérias vistas envolvem projetos, história, cálculos de engenharia, mecânica, resistência de materiais, sistemas estruturais e outras.

Quarto ano

No penúltimo ano do curso, os alunos se aprofundam em arquitetura paisagista, planejamento urbano, engenharia de estruturas e conforto ambiental. Aqui chega o momento de cumprir o estágio curricular supervisionado.

É importante que os estudantes entendam que o estágio, nessa etapa, não é apenas uma exigência para sua formação profissional, mas também uma oportunidade única de aplicar, na prática, todos os conteúdos aprendidos em sala de aula.

Quinto ano

Etapa muito importante, o quinto e último ano é quando os alunos completam seus estudos, consolidando o aprendizado em projetos e estruturas.

Nessa etapa é realizado ainda o trabalho de conclusão de curso, o popular TCC. Com temática livre, o trabalho deve dialogar com todos os conteúdos vistos durantes o curso.

Arquitetura e Urbanismo são a mesma coisa?

Uma dúvida muito comum que ronda os estudantes de arquitetura é em relação ao nome do curso: arquitetura e urbanismo. Afinal, as duas são a mesma coisa? Não exatamente.

Os profissionais graduados em arquitetura podem projetar e organizar espaços internos e externos, além de coordenar construções e reformas. Com diferentes campos de atuação, os arquitetos podem atuar em arquitetura de interiores, arquitetura de edificações e arquitetura da paisagem e urbanismo.

Em interiores, por exemplo, os arquitetos respondem pela transformação espacial, cuidado das instalações elétricas e hidrossanitárias, distribuição de móveis e objetos decorativos, revestimentos, acabamento e outros.

No segmento de projetos, execuções e reformas de edificações comerciais e residenciais, os arquitetos têm ainda mais responsabilidades, com tarefas ligadas à aparência estética, itens estruturais e com suporte.

Já no paisagismo e urbanismo, os profissionais atuam em grandes regiões, afetando o crescimento e o desenvolvimento de bairros ou cidades.

Por se relacionar tanto com a vida nas cidades e comunidades, os urbanistas tem por objetivo criar condições de vida satisfatórias para todos os cidadãos, independente do porte destes centros.

Para tanto, é preciso planejamento, transformação, regulação e controle dos espaços urbanos, o que é possível apenas com o conhecimento aprendido em sala de aula.

O trabalho de um arquiteto, atue ele com projetos internos ou intervenções urbanas, tem o poder de transformar a vida daqueles onde é aplicado. A arquitetura transforma espaços, e garante qualidade de vida a populações inteiras.

Espero que este post tenha sido útil! Você encontrará AQUI uma série de artigos que escrevi sobre carreira profissional de Arquitetura no Brasil. Acesse.

Bjs!

Luciana Paixão