Home > Construção Civil > O que é um Shaft e para que serve?

O que é um Shaft e para que serve?

///
Comments are Off

O shaft, também conhecidos como duto, são aberturas verticais para a passagem de tubulações, sobretudo para instalações hidrossanitárias.

Na maioria dos casos, eles são usados para a ventilação e esgoto, além da passagem de água em temperatura quente ou fria. Também serve para as eletrocalhas, dentro das normas de proteção, por se tratar de uma instalação elétrica.

É comum a abertura na laje por conta do shafts, onde é passada a tubulação. Neste caso, é fundamental que ela receba uma vedação adequada, para evitar situações de incêndio, por exemplo.

Para entender melhor o funcionamento dessa peça e também para que ela serve, separamos nesse artigo todas as informações pertinentes. Acompanhe:

Função do shaft

A ideia do shaft é se tornar um acesso fácil para encanadores, quando necessárias inspeções para a manutenção dos tubos, por exemplo.

Basicamente, ele é um vão interno utilizado na construção civil, cujo objetivo é facilitar a passagem de tubulações e instalações verticais em um ambiente.

Eles costumam ser implantados em cozinhas ou banheiros, com aberturas ou então revestidos por painéis de gesso acartonado, que é um material mais resistente a água, porém que quebra fácil. Deste modo, ele é muito mais simples de ser recolocado do que a alvenaria convencional.

Projeto dos dutos

Como qualquer item em uma construção, a passagem do shaft também é detalhadamente projetada, para que ele fique em um posicionamento adequado as tubulações verticais, com espaço suficiente para sua passagem.

Assim, um bom projeto considera a fixação desses tubos e também como eles ficarão dispostos, dedicando um espaço adequado para os dispositivos que serão instalados em seu interior.

O shaft deve permitir o acesso fácil em casos de manutenção, por isso o projeto deve evidenciar isso. Como mencionado, ele pode ficar aberto ou ainda com um revestimento em gesso, que possibilite uma abertura simples quando necessário.

Eles não recebem apenas tubulações voltadas a água e esgoto, mas também podem ter válvulas de redução ou manutenção de pressão acoplados ao sistema, assim como válvulas de sinalização, controle de sistemas para o combate de incêndios, medidores de consumo de água e outras opções.

Neste caso, ele precisa ser projetado de forma que dimensione todas essas instalações, incluindo detalhes de como serão feitas. Isso deve ser visualizado na planta daquele ambiente.

Dentro de um projeto arquitetônico, os shafts podem aparecer de algumas maneiras. Por exemplo, com a função de fazer fossos para ventilação e iluminação, sobretudo nos banheiros, onde normalmente não há um sistema adequado.

Se o banheiro não possuir janelas, o que pode acontecer, o shaft funciona como um sistema para ajudar na ventilação deste. Sendo assim, é crucial verificar se ele não diminui a área útil do espaço.

Quando isso ocorre, os shafts são comumente implantados em suítes, que costumam não possuir um sistema de ventilação adequado.

Erros nas instalações dos shafts

Esse recurso não está livre de apresentar problemas, tanto que uma instalação inadequada pode gerar grandes dores de cabeça posteriormente.

É bastante comum que, para a construção do shaft, sejam perfuradas as lajes, com o intuito de dar passagem para a tubulação. Isso deve ser bem estudado antes de realizado, porque normalmente os furos são feitos em posições errôneas durante a obra, necessitando ser refeitos.

Neste caso, além de refazer o espaço para a passagem, também será necessário vedar as aberturas antigas, demandando dois trabalhos pelo erro na instalação.

Pode ocorre também do próprio shaft ser construído em uma posição errada, e também com dimensionamento incorreto. Com isso, a única solução cabível é derrubar o espaço, sobretudo quando feito em drywall ou paredes de alvenaria, para que seja refeito.

Antes de dimensionar os dutos, é fundamental saber para que ele servirá e qual a sua demanda.

Por exemplo, um shaft usado em banheiros por pavimento não é o mesmo que vai atender a dois banheiros por unidade, porque compartilham espaços entre os encanamentos distintos.

No caso dos shats residenciais, as dimensões são bem distantes das aplicadas em instalações industriais. Para cada tipo de projeto há uma forma de instalação diferente, por isso esse cuidado é tão necessário.

Uma forma de evitar erros com a instalação é fazer, de modo correto, os cálculos de hidráulica, onde é possível verificar quantas prumadas serão precisas para abrigar o shaft e suas bitolas, também para dimensionar seu tamanho e posição em relação aos futuros.

Vedação correta

Outro problema bastante comum é a ausência de vedação, especialmente nas lajes onde a tubulação irá passar.

Neste caso, a vedação precisa ser eficaz, em que o projeto determine a posição correta dos furos na laje e também a forma como serão vedados. Em alguns casos, o tubo passa muito rente ao furo feito na laje, mas do contrário é preciso utilizar massa para a vedá-lo, com suportes para que não caia dali.

Quando os shafts ficam expostos, é ideal utilizar massas especiais para vedação, que evitam os riscos a incêndios, por exemplo. O cimento é um material mais propenso a pegar fogo, então se houver muita exposição é indicado utilizá-lo.

A melhor vedação é o poliuretano expandido, que além de ser um material de qualidade e com menos riscos, também é fácil de remover, simplificando em casos de manutenções. Com o cimente, na necessidade de abrir o shaft, vai ser necessário quebra-lo.

Manutenção regular

Os shafts podem necessitar de manutenção posterior, e em casos de problemas mal solucionados e a própria instalação feita de maneira incorreta podem gerar diversos problemas, além de custos adicionais e desnecessários.

Eles não apenas abrigam as tubulações, como também equipamentos diversos que são associados aos sistemas hidráulicos, e a manutenção se torna ainda mais cara quando não há um cuidado detalhado em cima de sua instalação.

Certifique-se de que o projeto está sendo bem executado, se o shaft atendem as dimensões de instalação e tudo mais que foi explicado aqui.

No mais, o sistema deve ser de fácil acesso para quando necessárias as manutenções, afinal o shaft é um sistema de acesso ao encanamento, por isso prefira projetos que contemplem o gesso acartonado.

Gostou destas informações sobre shaft? Possuo um artigo também complementa todas as etapas de uma obra, onde o shaft faz parte dela. Clique aqui para acessa-la.

Bjs!

Luciana Paixão