Drywall – O que é e como aplicar e utilizar em seus projetos.

5/5 - (1 voto)
Drywall - O que é e como aplicar e utilizar em seus projetos.
Drywall – Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores.

Drywall – O que é? Dicas de aplicações de como utilizar!

Em uma construção, quando o assunto é parede, as pessoas remetem a uma superfície com resistência em alvenaria.

Contudo, de uns tempos para cá, as paredes passaram a ser feitas de drywall.

O que é o Drywall?

Drywall - O que é e como aplicar e utilizar em seus projetos.
Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores. Foto Gesdrall.com.br

O drywall é, basicamente, um sistema industrializado para a construção de paredes internas. São compostas de aço galvanizado e revestido em gesso acartonado.

Embora pareça uma novidade, esse sistema já está presente nas construções brasileiras há mais de 20 anos e cada vez mais popular.

Além disso, o conceito de paredes em drywall mudou o processo empregado na construção civil, por ser um sistema bem mais limpo, econômico e de rápida implantação, diferente das paredes convencionais em alvenaria.

As paredes em drywall também agregam grande versatilidade, trazendo componentes recicláveis e não tóxicos, no caso do gesso.

A tecnologia representa apenas 5% dos resíduos em uma obra, enquanto os métodos tradicionais agregam em média 30%, se mostrando limpa.

Mesmo sendo um conceito presente há duas décadas no Brasil, ainda é uma técnica que gera dúvidas.

Por conta disso, separamos neste artigo diversas informações referentes ao drywall, junto a dicas e formas de aplicação das paredes relativamente econômicas a obra. Acompanhe!

O que tem por dentro do Drywall?

 

Drywall - O que é e como aplicar e utilizar em seus projetos.
Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores. Foto: https://engessar.com.br/

O termo pode ser usado para definir tanto as chapas com miolo de gesso como também aquelas em face de papel cartão.

É um sistema composto por placas fixadas em uma estrutura de aço, utilizando a ambos os materiais aqui citados.

Com o uso do drywall, é possível criar uma infinidade de formas para a construção, ganhando destaque por sua versatilidade.

O uso de painéis simples e até mesmo duplo, mantendo espessuras diversas e a criação de formas variadas que deixam o ambiente com uma aparência única, essa é uma boa definição para o conceito.

Em seu interior, há uma parede retilínea com chapas duplas. Fora isso, ele apresenta três tipos de chapa que são distintas na cor de sua cobertura em papel cartão.

Assim, a face branca é que fica voltada para dentro, enquanto a colorida tem suas próprias características, incluindo a aplicação do acabamento ao final de sua instalação.

A verde ou RU é feita em silicone e aditivos fungicidas, misturados ao gesso.

Como utilizar o Drywall? Dicas e aplicações de como utilizar!
Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores.

Como utilizar o Drywall? Dicas e aplicações de como utilizar!Essa é recomendada para o uso em áreas úmidas, como banheiro e cozinha, por exemplo.

Já o tom rosa ou RF possui fibra de vidro em sua composição, assim se mostrando mais resistente ao fogo.

Normalmente, ele é aplicado em ambientes com lareiras, como uma sala de estar, o ainda na bancada da cozinha, onde é colocado o fogão do tipo cooktop.

Por fim o branco ou ST, sendo esta a variedade mais básica do drywall, conhecido também como standard.

Essa placa é aplicada, principalmente, para forros e paredes em ambientes secos.

Para saber melhor em que etapa da sua obra deverá pensar na colocação de drywall, seja na parede ou no teto, clique aqui e saiba mais sobre as 13 etapas de uma reforma de apartamento.

Drywall | Dicas e aplicações de como utilizar!

– Painéis de Drywall:

Drywall - O que é e como aplicar e utilizar em seus projetos.
Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores. Foto: ulmodulos.com.br

Assim como há diferentes tipos de drywall, a forma de instalação também é diferenciada e demanda de técnicas próprias.

Por exemplo, para a fixação do forro são usados painéis específicos a serem colocados no teto.

Confira também:  Ambiente Tintas Coral: Simuladores de tintas e ambientes on line! Clique!

Eles são parafusados na estrutura de aço da parede, enquanto o forro fica suspenso com o uso de tirantes em uma laje ou preso ao telhado.Essa técnica é empregada por ajudar a absorver os movimentos naturais da construção, reduzindo o aparecimento de trincas e rachaduras no forro.

No caso dos painéis prontos, sendo algo recente no conceito de drywall, eles já vêm com o revestimento,

Normalmente um cartão melamínico ou de PVC, em cores e padrões variados.

Isso acaba dispensando a etapa de acabamento.

– Drywall sobre paredes:

Drywall - O que é e como aplicar e utilizar em seus projetos.
Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores. Foto: Bilanol shutterstock

Também é possível aplicar o drywall parede sobre uma parede.

A técnica é feita de modo a nivelar as superfícies que, geralmente, são tortas de origem.

Assim é possível aumentar o conforto termoacústico no ambiente de instalação.

Ainda são instalados perfis sobre apoios fixos na própria alvenaria, onde é usada massa de colagem para isso.

Eles têm espaçamento de 12 centímetros para cada e a espessura mínima é de 3,5 centímetros. Outra opção são as paredes decoradas que dão ar de divisória ao ambiente.

Podem ser elaboradas com nichos, prateleiras, ou apenas com detalhes vazados que integram os ambiente e dão um ar arejado ao espaço.

Uma parede com detalhes em formas e cores dá ao ambiente charme e trazem a decoração um ar moderno e contemporâneo.

Para dar essa vivacidade, aposte em uma parede de drywall decorada com texturas e formas que são possíveis apenas com uso da técnica e que fazem uma grande diferença na sua nova decoração.

É possível ainda aplicar a técnica do drywall com gesso em 3D.

Dessa forma você consegue atribuir a sua decoração leveza e movimento, originalmente, imprimindo a personalidade do proprietário ao ambiente.

Drywall | Como é realizada a instalação?

Drywall - O que é e como aplicar e utilizar em seus projetos.
Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores.

Como utilizar o Drywall? Dicas e aplicações de como utilizar!A aplicação do drywall é relativamente rápida, sendo que em dois dias de trabalho é possível erguer cerca de 30 m² de parede com a técnica.

O processo de instalação é feito em três etapas, iniciado pela estrutura da base.

Neste caso, primeiro são colocadas guias metálicas no piso e teto, usados para a sustentação dos montantes verticais em aço galvanizado.

Publicidade - OTZAds

Essas guias devem manter um espaço de até 60 centímetros uma da outra. São nelas que as chapas serão parafusadas.

Posterior a essa etapa, é feita a cobertura das divisões, onde se realiza o tratamento das juntas, uma região que é mais propensa ao aparecimento de fissuras.

Para evitar isso, são aplicadas massas e fitas específicas nesses pontos, sempre duas vezes para que a superfície fique totalmente plana.

A última fase é de acabamento:

É possível que a massa tenha certa retração após seca, por isso a finalização é feita em, ao mínimo, um dia após a aplicação ser completada.

Nessa etapa é comum a pintura, aplicação de cerâmica, madeiras ou qualquer outro material desejado.

Se a massa estiver funda, é preciso reaplica-la, senão basta lixar a superfície antes de iniciar o acabamento.

Drywall | Limites de Peso:

Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores. Foto https://gdsul.com

O drywall é uma tecnologia altamente resistente, por isso a forma de aplicação também utiliza alguns itens para aguentar o peso da parede.

Por exemplo, pode ser usado qualquer objeto com até 10 quilos para prender a chapa, enquanto pesos maiores são usados para a instalação dos perfis em até 18 quilos.

Superior a esse peso, é necessário utilizar reforços ou ainda distribuir a carga.

Além disso, as paredes ou peças em drywall conseguem suportar diversos materiais, mostrando ser um conceito bastante versátil.

Confira também:  Meio Ambiente: Secretaria do Meio Ambiente| Estrutura Organizacional

Por isso, é comum encontrar a técnica em bancadas de pedra ou como painéis sustentando grandes televisores.

Para isso, depende um pouco do material usado no acabamento.

A madeira cega, por exemplo, ou o aço galvanizado, são os mais utilizados para dar sustentação aos objetos combinados a técnica.

Drywall |  Ambientes que podem utilizar o Drywall:

Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores.

O sistema vem sendo o mais escolhido  nas obras de shopping, hospitais, cinemas, hotéis, prédios comerciais, em sua maioria, utilizam-se da tecnologia drywall, devido à rapidez, qualidade, economia e desempenho do sistema.

As paredes construídas com essa técnica podem ser ocas, deixando o espaço interno apenas para fiação elétrica, sistemas hidráulicos e afins, mas também pode ser preenchido com enchimentos de isolamento térmico e acústico.

Há uma infinidade de possibilidades de uso do drywall dentro da sua reforma ou construção.

Em se tratando de decoração basta colocar a criatividade para fora e escolher as melhores técnicas que se encaixam a reforma daquele ambiente que você sonha em deixar de cara nova.

Decoração utilizando drywall:

Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores. Foto: https://www.plack.com

O drywall pode ser usado para dar vida às paredes como, por exemplo, com a instalação de um nicho embutido ou prateleiras que servirão para expor objetos decorativos.

Uma iluminação difusa ou indireta também pode criar um ambiente mais intimista no ambiente e dar mais destaque aos objetos expostos.

Os painéis dão charme ao ambiente, realçam e dão vida às paredes, além de serem ótimas opções para esconder cabos e fios dos equipamentos eletrônicos.

Sendo mais indicado para espaços como home theater, que pede um ar mais despojado.

Na decoração desses painéis pode ser feita com papel de parede, pinturas ou texturas variadas.

É possível deixar as paredes de determinados ambientes em destaque apenas utilizando de painéis.

Pensando nisso, o blog da A Arquiteta elencou os 4 principais tipos de acabamento em drywall, bem como seus cuidados essenciais. Veja a seguir!

Exemplo de acabamentos:

1- Pintura:

Parede de drywall com pintura
Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores.

Entre os acabamentos mais utilizados está à pintura.Entretanto, antes de iniciar, é preciso avaliar as paredes que serão pintadas.

Verifique principalmente as cabeças dos parafusos e as juntas entre as chapas.

Apesar de receberem tratamento com massas e fitas, um erro neste processo pode deixar a pintura com irregularidades.

Cuidados especiais: Para um acabamento mais requintado, uma dica é a aplicação de uma demão de massa em toda placa do drywall.

Na sequência é só realizar os procedimentos básicos:

Lixar as paredes com lixa 220 ou 280, em seguida limpar para tirar o pó acumulado e assim sua parede estará pronta para receber a tinta de sua escolha.

Sempre siga as orientações dos fabricantes para melhor aproveitamento do produto.

2- Textura:

Parede de drywall com textura
Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores.

Os procedimentos iniciais são os mesmos utilizados para pintura, ou seja, sem imperfeições e calafetadas.

Logo após emassar as juntas, espere secar.

Só assim a superfície deve ser lixada. Lembre-se de usar lixa para gesso acartonado.

Os fabricantes recomendam aplicar selador com intuito de deixar a superfície homogênea.

Depois da secagem, verifique a necessidade de aplicação de uma fina camada de massa corrida para uniformizar o resultado.

Novamente espere secar.

Para melhor acabamento é necessário voltar a lixar a superfície e aplicar mais uma vez o selador.

Pronto. Sua parede está pronta para receber a textura que você desejar.

Cuidados especiais – Atenção: Para esse tipo de acabamento é aconselhável a não utilização de CAL.

Confira também:  Construção modular, o futuro da arquitetura! Confira!

3- Cerâmica:

Adesivo para azulejo de banheiro 
Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores.

As chapas de Drywall são tão práticas que acabam causando muitas dúvidas, como falamos anteriormente.

Publicidade - OTZAds

Entre tantas, a aplicação de cerâmica, quase sempre, é vista com desconfiança.

Principalmente quando se trata de sua instalação em lavanderias, banheiros e lavabos e áreas úmidas.

Para tal finalidade, o sugerido é usar as chapas especiais de drywall, as chamadas RU (Resistente à Umidade).

E ainda, para se ter um resultado mais eficiente, recomenda-se usar impermeabilizante.

No acabamento, a aplicação da cerâmica deve ser realizada com um tipo específico de argamassa: flexível ACII ou ACIII. Ela difere da que utilizamos em paredes comuns.

Cuidados especiais. Uma prática que deve ser evitada na aplicação da argamassa em parede de drywall são as ranhuras. Tal ação pode danificar as placas de gesso acartonado.

4- Papel de Parede:

papel de parede
Foto: Reprodução Internet. Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores e criadores.

Por se tratar de uma superfície lisa e uniforme, a aplicação do papel de parede não requer um tipo específico de preparação.

Além disso, com tanta variedade no mercado, dá para inovar na decoração sem quebrar muito a cabeça.

Afinal, sua colocação também costuma ser bem simples, não sendo necessário contratar um profissional para tal.

A saber, esse tipo de acabamento pode ser usado em todos os ambientes, inclusive em áreas molhadas como banheiros e lavanderias.

Entretanto, necessário utilizar materiais impermeáveis.

Cuidados especiais:  Para maior durabilidade do produto, sugerimos que você escolha o papel vinílico, mais fácil de limpar também.

Além disso, siga as recomendações do fabricante na hora da instalação.

ATENÇÃO: Artigo inspirado nos textos originais de Gesdrall  e Plack Gessos e Drywall.

Imagens e Projetos não autorais, sendo todos os direitos reservados aos seus respectivos produtores.

Sugestão de aplicação e utilização dos produtos apenas por recomendação por similaridade, sendo a venda e entrega dos mesmos de total responsabilidade do site distribuidor.

E aí, gostou do artigo sobre Drywall?

Então, deslize, a tela para baixo e confira mais dicas como estas e não se esqueça de compartilhar com os amigos!

Buscando por itens ou artigos para casa, decoração e reforma? Confira nosso grupão de descontos no Telegram ou no Whatsapp!

Contudo, se você deseja receber ofertas de treinamentos e cursos para as áreas da Arquitetura, Design de Interiores, convido você a participar também deste grupo no Telegram ou no  WhatsApp.

Agora, se quiser mais artigos com dicas sobre o mundo da Arquitetura e Decoração, então confira alguns dos nossos artigos em: