Home > Carreira Profissional > Site profissional para Arquitetos: Saiba como ter o seu.

Site profissional para Arquitetos: Saiba como ter o seu.

///
Comments are Off
Todo mundo precisa de um site, você com certeza já deve ter ouvido essa frase em algum comercial de TV por ai, e  pensando nessa necessidade, criamos neste artigo um guia que vai ajudar você  entender a necessidade e a importância de ter o seu lugar na internet.

O seu lugar no mundo

Seja você um profissional experiente ou mesmo um profissional que está chegando agora ao mercado, saiba que, tanto um como o outro, se não tiverem um site, um sítio com referencias claras e precisas sobre você e sobre o seu trabalho, você está literalmente perdendo tempo e deixando muito dinheiro na mesa.
Deixar dinheiro na mesa é uma expressão que o marketing digital utiliza com frequência para expressar a sua falta de habilidade de gerar lucro com o mercado, ou seja, o mercado disponibiliza o recurso, mas você por inexperiência ou desinformação simplesmente não age da forma que deveria para trazer esse capital para você, ou seja para sua conta bancaria.
Dentre tantas as opções de marketing disponíveis atualmente no mercado, oferecidas dentro e fora da internet, sobre como ganhar mais visibilidade no seu negócio e conquistar mais clientes, existe uma que apesar de ser o óbvio do óbvio, passa negligenciada por muitos: a necessidade de ter a sua marca, o seu domínio, o seu espaço na internet, ou seja o seu Website!
A seguir você vai ter acesso à informações essenciais necessárias para que você dê o primeiro passo para conquistar o almejado espaço na grande wide web world, o famoso www.
Então vamos lá:

Tudo começa com um site. Você tem o seu?

 

Começar um negócio no ramo da Arquitetura ou Design não é tarefa fácil, e a sua lista de compromissos parece nunca ter fim, no entanto isso não pode se tornar uma desculpa ou motivo para criamos algumas objeções para garantir o seu posicionamento na internet.

As redes sociais

Hoje mais do que nunca, utilizamos as mídias sociais para conquistarmos a visibilidade que todos almejam, no entanto a proposta da visibilidade das redes sociais atualmente divergem um pouco da proposta da visibilidade de um site profissional.

Não há a menor sombra de duvidas que as redes sociais engajam e geram proximidade entre você e o seu público, no entanto o quanto de intimidade e profissionalismo você deseja demonstrar ou até mesmo manter com o seu cliente através desses canais?

Hoje em dia, a rede social é sinônimo de fama e popularidade, mas nem sempre fama e popularidade geram a receita que você precisa nos seus negócios, já que cada negócio é um negócio diferente e o que funciona para um setor não necessariamente funcionará pra outro.

Você busca por fama efêmera com risinhos e piadinhas ou um posicionamento sólido, sério e profissional com o seu futuro potencial cliente? Provavelmente você poderá até pensar que as redes sociais fazem bem o papel de divulgar o seu portfólio, mais mas você já ouviu falar sobre ter um site profissional?

Você é o seu melhor negócio

Existe uma coisa que o seu site profissional proporciona que a rede social não oferece: o seu lugar fixo no mundo digital. E o seu lugar no mundo é o lugar onde você deve ser levado a sério!

É através do seu site que o cliente terá a oportunidade de conhecer você de forma mais profissional, elevando o relacionamento entre vocês a um nível mais maduro, e isso só será possível através da forma como ele vê você e o seu trabalho dentro do seu site.

Não se iluda, você não é apenas um profissional que presta um serviço, você é uma pessoa, com qualidades, energia e que emana uma empatia própria. Não existe ninguém igual a você!

E quando um cliente tem mais de uma opção de escolha entre alguns profissionais no mercado, com orçamentos e qualidade de trabalho similar entre si, no fim ele acaba escolhendo somente um.

E sem um motivo ou explicação racional ou lógica, ele escolhe esse um porque ele escolheu também a sua pessoa, e não somente o profissional e o seu trabalho.

E você pode e deve mostrar quem você é através do seu seu website, é vital posicionar-se com o que você tem de melhor no mundo on-line através de um site profissional. Nele você poderá demonstrar todo o seu potencial e a segurança que os seus clientes buscam, pois ali no seu site você está falando diretamente com com eles, fazendo com que se desenvolva uma motivação para envolvimentos mais profundos com sua empresa.

Com isso em mente, considere estas as razões pelas quais você deve ter um site:

A primeira impressão é a que fica

A frase acima é antiga, mas verdadeira.

Atualmente, o mundo da internet está nas mãos de 2 grandes empresas: o Google e Facebook. O Facebook é uma rede social, e como regra básica de sobrevivência, nunca devemos construir nossa casa no terreno dos outros, pois um dia o dono do terreno pode derrubar tudo o que você construiu  ali e te mandar embora.

Já com o Google, a coisa é um pouco diferente, ele é um buscador de informações, por sinal o maior e mais utilizado no mundo.

Nós vivemos em um mundo onde as pessoas usam o Google para pesquisar tudo. É sempre a primeira opção!

Damos um “Google” antes de fazer compras, visitar sites de avaliação on-line, entre infinitas outras possibilidades, enfim, antes de decidirmos qualquer coisa hoje em dia, consultamos o sr Google, não é verdade?

E através dos sites dos milhões de milhares de negócios que existem no mundo que os consumidores estão julgando e tomando decisões sobre se vão ou não comprar em sua loja, visitar aquele restaurante ou contratar aquele escritório.

E e aí que entra o seu lugar no mundo e como tal você precisa causar uma excelente primeira impressão nesse lugar, caso contrario, o seu lugar no mundo estará jogando contra você, ou seja ao notarem a má impressão causada, eles o rejeitarão totalmente. Isso acontece porque muito provavelmente o seu website não reflete o tipo de experiência que sua empresa – ou uma empresa como a sua – deveria oferecer.

Agora a vitrine é online

Passear pelas ruas não é mais a única maneira de as pessoas conhecerem lojas e empresas. Com visitas de rotina ao Google, Bing, Yahoo e outros sites on-line de busca, os clientes estão constantemente procurando onde pretendem fazer suas próximas compras ou  buscar por serviços.

Certifique-se de que sua empresa esteja bem representada nesses sites. Antes de mais nada, tenha um website – mas também veja se este está bem representado entre cada um dos mecanismos de pesquisa on-line, sites de resenhas e outros pontos on-line existentes, e verifique se sua empresa pode ser considerada boa para na opinião do seu cliente.

Além de ter seu endereço de URL disponível, certifique-se também de que seu endereço físico, número de telefone e e-mail estejam facilmente visíveis. Os links de mídia social também não podem ser esquecidos, mas inclua-os apenas se você estiver realmente ativo nas redes sociais.

Nada é mais primordial e importante para um negócio do que o seu site. Nada!

Nem redes sociais e nem e-mails, nada disso. Sem um site, você simplesmente não existe no mundo online, pergunta para o Google para você ver!

Por onde começar

Você já entendeu que, se você não tem um website, está perdendo oportunidades de os clientes identificarem quem você é e se querem gastar o dinheiro deles com você.

E digo mais, pior do que não ter um site é ter um site ruim. Nesse caso é melhor não ter nenhum site do que ter qualquer coisa para dizer que tem. Um site ruim pode na verdade ser muito pior, pois ele literalmente faz com que sua empresa pareça ser ruim.

Antigamente, contratar serviços de um website era algo bem custoso sem falar que a programação da construção de um site era fechada, ou seja, só quem desenvolveu o site poderia fazer alterações de atualização de imagens ou textos quando necessário, pois tudo dependia de códigos de programador, então você ficava com um site estático, congelado, parado no tempo com uma cara por alguns anos, caso não possa pagar para altera-lo de tempos em tempos.

Com o advento de novas tecnologias, existem sites totalmente modificáveis e de fácil atualização de dados simples, além de o proprietário poder fazer suas próprias alterações dessas informações de forma simples e descomplicada.

Hoje, a própria A Arquiteta tem soluções direcionadas às necessidades dos novos Arquitetos, Designers de interiores e decoradores, portanto quando o assunto é website, não há realmente nenhuma desculpa para o seu site parecer pouco profissional.

Se nesse momento você não se sente confortável ou ainda não se sente orgulhoso em promover o seu site profissional para o mundo faça-me uma gentileza, desative-o agora.

Como já disse: Ter um site ruim é muito pior do que não ter nenhum site, mas sejamos francos: ambos casos são ruins para os seus negócios.

Site limpo e responsivo

Se você é sozinho ou trabalha com 100 funcionários, seu site deve aparecer como se você tivesse uma equipe dedicada exclusivamente a manter sua presença on-line forte e atualizada. A chave aqui é parecer que há sempre alguém atualizando seu site constantemente.

Claro que, para a maioria das pequenas empresas, isso simplesmente não é necessário. No entanto, um site de aparência profissional e séria que funcione perfeitamente e ofereça aos clientes uma navegação fácil e rápida, com imagens fotográficas que impressionem, com conteúdo com qualidade e uma experiência gratificante faz com que eles se envolvam o bastante para ao ponto de desejarem fazer negócios com você.

exemplo de um site para arquiteto leve, moderno e para celulares(responsivo).

O Arquiteto sendo Arquiteto

O Arquiteto precisa de tempo para focar em seus projetos e tirar tempo de onde ele não tem para estudar marketing. (Não que ele não precise, não deva, ou não deseje.)

O bem da verdade é que nós sabemos que ser Arquiteto demanda muita energia intelectual em todo o processo e isso consome tempo, e tempo é coisa que Arquiteto infelizmente não tem, além do falto de não termos sido introduzidos no assunto de como fazer marketing digital de forma apropriada.

Fora isso há ainda aqueles que não querem nem ouvir falar de fazer cursos sobre o assunto.

Na nossa concepção, (repito, nossa concepção), não há necessidade urgente de você se tornar um profissional arquiteto-marqueteiro digital do dia para a noite, as pressas, a torto e a direto só por estar com medo de perder clientes.

È possível que você aprenda o básico do marketing digital e vá crescendo paulatinamente de acordo com as suas necessidades sem precisar “roubar” o tempo útil que você não tem dos seus projetos de arquitetura para se dedicar ao assunto.

Primeiros passos

Quando o assunto é colocar sua empresa na internet de forma correta, você deve saber que:

1- Sim, você mesmo pode cuidar do seu site, assim como nas redes sociais  sem a necessidade de contratar alguém ou investir em um curso de marketing com inúmeras aulas que vai custar muito tempo da sua atenção as quais tenho certeza que você não tem;

2-) Sim, além de não vai ter tempo, você não terá paciência para estudar algo novo e fora do que você estudou, afinal de contas marketing é assunto extenso, complexo e requer muita dedicação, se essa não é a sua praia… não vai dar certo! Você vai jogar dinheiro fora, e jogar dinheiro fora e pior e deixar dinheiro na mesa.

3-) Vai descobrir que, além do investimento de um curso desta espécie, precisará de investimento financeiro complementar em outras áreas com por exemplo um profissional designer, criação de site, investimentos em anúncios na internet e etc para ganhar mais e mais visibilidade…

Assuntos  esses que só são apresentados a você depois que você já investiu todo o seu rico dinheirinho naquele curso caríssimo de marketing digital famoso que está na moda e em todas as redes sociais como um vírus louco pra te contaminar.

Será que além do valor do investimento no curso ainda te restará saldo para investir mais recursos financeiros para colocar em prático tudo o que curso ensina? Pense nisso, o custo com o curso em si é o menor dos seus investimentos, será necessário investir mais e mais, mas isso você só descobre depois que você comprou o curso…

Fórmula: Site + Blog + SEO + Redes sociais

Nada acontece do dia pra noite. Fuja de promessas miraculosas e desses gurus de internet que prometem mundos e fundos. As oportunidades de fechar contratos de verdade surgem com muito trabalho, foco e paciência. Ser fisgado pelo desespero de uma necessidade urgente é o foco de alguns por aí. Preserve-se! 

Gostaria muito de dizer: Comprem todos os cursos de marketing da internet, inclusive os mais caros, aplique tudo que eles ensinam que tudo vai dar certo!

Primeiro, que afirmar isso é uma grande mentira. Segundo cada pessoa é uma pessoa, cada portfólio é um portfólio, cada região é uma região, cada serviço é um serviço.

Portanto NADA É IGUAL! Cada pessoa vai ter uma experiência e um resultado diferente com esses cursos.

Quem vende marketing sabe como trabalhar seu próprio marketing, por isso fique esperto, nada melhor que eles próprios para saber vender bem seu próprio peixe!

A verdade é que por experiência tudo funciona na base do namoro: é um vai e volta… Pesquisa-se no Google, sana-se dúvidas, busca-se conhecer sobre o profissional, busca-se referências sobre os assuntos que você escreve em seu blog por exemplo… tudo é uma coisa que liga aqui, que liga na outra e assim vai.

Ninguém, do nada, vai encontrar você de primeira e já pedir um orçamento e fechar um serviço. Este é o processo natural,  é o procedimento REAL  que acontece através da seguinte lógica:

 

ENVIO: SITE -> CONTEÚDO EM BLOG -> INTERESSADO

COLETA: INTERESSADO -> GOOGLE -> POSTS -> SITE

 

Eu vou dar um exemplo prático do nosso colega Arquiteto Carlos Eduardo, que trabalha com Arquitetura e está começando a escrever artigos sobre design, sua paixão:

www.arqcaduhenrique.com.br

Dentro desse site que nós desenvolvemos para ele, criamos uma área de blog, e um dos assuntos que ele escrever sobre foi: Design Escandinavo:

 

www.arqcaduhenrique.com.br

A partir do conteúdo que ele gerar periodicamente, em seu blog, ele abrirá pontas as quais, através da procura orgânica das pessoas via Google (e também criando o post relacionado em seu Instagram e Facebook), isso gerará o tal namoro como eu havia dito antes, sem gastar um centavo com isso.

Um casal estava pesquisando este tipo de design para seu projeto residencial, acabou achando a postagem sobre o tema, a partir daí eles entraram no portfólio do Arquiteto, se identificaram com a linha de pensamento dos projetos realizados, e por fim, entraram em contato com ele.

E é assim que acontece, não é milagre, é a consequência conjurada dos fatores.

Quanto mais assuntos relacionados ao seu nome e a sua área você escrever, maiores serão as chances de você ser encontrado organicamente, ( ou seja, de graça pelo Google) de forma natural e sem aquela apelação ou desespero que vimos muito por aí.

Porém, não é escrever de qualquer maneira. Para que o Google de fato entenda que o seu conteúdo tem relevância, precisa escrever seguindo algumas normas e estratégias. E isso nós vamos ensinar você também.

O que um site para Arquitetura e Interiores deve ter?

1-) Estar em um domínio próprio, com e-mail próprio

Sites criados em endereços emprestados definitivamente não ceem bem. Se você vai fazer, faça direito.

Alguns sites, cobram barato, porém, enche seu site de anúncios (nada profissional) entre outros links, poluindo todo o design da sua área, nada mais inconveniente para quem deseja mostrar clareza e objetividade profissional já dentro do próprio site.

Para saber se o nome que esta pensando para seu site já existe, faça uma pesquisa no www.registro.br

2-) Ser responsivo

O design responsivo é aquele que “responde” ou se redimensiona dependendo do tipo de dispositivo que ele está sendo utilizado. Podendo ser um monitor de computador de mesa super grande, um laptop, um tablet de 10 polegadas, um tablet de 7 polegadas ou uma tela de smartphone de 4 polegadas. Tudo deve aparecer e se encaixar perfeitamente sem cortes.

As pessoas devem visualizar o seu site de maneira correta, não importando de onde elas estejam acessando. Isso é útil tanto para o seu cliente, como para o ranqueamento do mesmo pelo Google, pois ele entenderá que seu site pensa na qualidade da experiencia do usuário oferecida por você.

3-) Ser prático e com um design limpo e moderno

Imagine você, que trabalha com Arquitetura e Design, com um site de gosto duvidoso, pesado, cheio de elementos brigando por atenção?

http://www.arqcaduhenrique.com.br/projetos/

Lembre-se: Seu site é a porta de entrada do seu negócio, por isso, comece certo desde a HOME do site.

 

4-) Ser fácil de atualizar e inserir postagens

Quem esta começando, ou mesmo quem já começou, pode não ter capital suficiente para investir em outra pessoa para que esta administre o seu site, por isso, o ideal é que você mesmo o faça, através de um login e senha de administrador e a partir dele, criar você mesmo seus posts ou realizar algumas edições ou correções simples, como deste nosso blog A Arquiteta, eu por exemplo comecei fazendo tudo sozinha!

 

www.arqcaduhenrique.com.br

Super fácil! Por isso existem sistemas de websites bem tranquilos de se trabalhar neste sentido.

E ai? Gostou do post?

Vamos começar a trabalhar seu novo site? Acesse o banner abaixo e saiba mais.

Sendo assim, muito sucesso e bons negócios nós!

Luciana Paixão.