Home > Design de Interiores > Como criar e cuidar de um jardim vertical

Como criar e cuidar de um jardim vertical

///
Comments are Off

Saiba o que é preciso para montar e manter um jardim vertical em sua casa.

Os jardins verticais são uma ótima solução para quem tem pouco espaço em casa mas quer ter um ambiente agradável para cultivar flores e plantas. Para fazer o jardim não é preciso muito, basta uma parede livre em sua casa ou apartamento.

Esse pequeno espaço será decorado com flores e plantas, tendo várias técnicas para montar esse jardim, algumas bastante econômicas.

A opção não é uma novidade, visto que os jardins verticais já eram praticados em casa e nas cidades há muito tempo. Em São Paulo, por exemplo, o Minhocão é palco para um dos mais atrativos jardins verticais da cidade, que é uma das mais populosas do país.

Para a instalação é preciso apenas uma parede livre, como já mencionamos, que pode ser desde um muro como as paredes internas em sua casa.

Caso tenha interesse em ter um para você, separamos nesse artigo dicas de como montar e cuidar do seu jardim vertical. Acompanhe!

Onde colocar o jardim vertical?

A ideia dos jardins verticais é otimizar espaços, aproveitando-os ao máximo. Por isso é uma opção para quem tem pouco verde em ambientes pequenos, por exemplo.

Deste modo, o ideal é localizar uma estrutura vertical que dará suporte ao jardim, pode ser qualquer superfície vertical, como um pallet ou qualquer outra estrutura improvisada.Confira algumas ideias para montar jardins verticais.

Isso porque qualquer estrutura em posição vertical pode receber um jardim desse tipo, desde espaços pequenos até aqueles mais extensos, como um muro.

A estrutura é um ponto bastante importante, mais que a própria superfície em que ela ficará fixada. É necessário que seja uma base que consiga aguentar o peso do jardim, porque as plantas colocam certo volume nessa estrutura.

Se não ficar bem fixo, pode prejudicar o jardim por completo.

Estrutura de jardins verticais

Existem diversas técnicas para a montagem de um jardim vertical, mas o que determina isso são as estruturas utilizadas, que servirão como base para os vasos ou espaço das plantas, bem como dar cara ao próprio jardim.

Você também pode fazer um jardim suspenso que pode trazer materiais como treliças e vasos, fibras de côco e técnicas com garrafas pet.

A treliça, por exemplo, é uma estrutura metálica que ficará presa a parede livre. Nela é possível pendurar vasos em posição de meia lua.

Já a técnica com garrafas plásticas é mais sustentável e utiliza material reciclável para composição do jardim. Neste caso, é uma opção para que tem uma área grande a ser explorada.

As garrafas pet podem ficar suspensas ou amaradas, utilizando cordas de varais e outro tipo de material que possa sustentá-las. Elas formarão os vasos no jardim.

Por outro lado, a fibra de côco se encaixa melhor com espaços pequenos, como em varandas de apartamento. Parte dela acaba ficando aparente, sem prejudicar o visual daquele espaço por ser um material natural.

A diferença entre os outros métodos é que a fibra precisa ser impermeabilizada a parede. Para fixá-la é preciso parafusá-la em uma estrutura de base.

Existem ainda outras formas de se montar um jardim vertical, que conseguem aproveitar muito bem o espaço disponível a ele.

Plantas para jardim vertical

Esse tipo de jardim permite o plantio das mais diversas plantas, por isso as opções são bastante amplas.

No entanto, para escolhê-las é preciso pensar na quantidade de luz que precisam receber. Se você tem um espaço pouco iluminado pelo sol, pode ser que algumas espécies não consigam sobreviver ali, por exemplo.

Como as plantas ficarão em vasos, na maioria dos casos, é ideial optar por aquelas que tenham raízes mais superficiais, que pode ser encontrado em peperômias e dinheiro-em-penca, por exemplo.

É bastante comum o uso de trepadeiras em jardins verticais, por não precisarem de um espaço muito profundo para que as raízes sejam desenvolvidas, ideiais para os vasinhos.

Além disso, elas crescem de forma bastante ágil, então em pouco tempo o jardim já estará preenchido.

Em casos de blocos de concreto pré-moldado, que também é uma opção para a montagem do jardim, também há algumas espécies específicas de plantas que podem ser usadas.

Assim, indicam os aspargo-pendentes ou barba de serpente para o jardim, mas outras opções podem ser exploradas.

Quanto mais espécies usadas, mais bonito ficará o espaço. Prefira plantas que são adaptáveis e mais fáceis de cuidar.

Para dar mais vida ao jardim, opte por usar orquídeas, mesmo que em pequenas quantidades, elas conseguem dar esse resultado sem muito esforço.

Cuidados

O cuidado com as plantas é o mesmo empregado para um canteiro. Por ser um jardim elas precisam ser regadas e também adubadas, para que possam crescer de maneira saudável.

Em alguns casos o espaço precisa receber uma drenagem, que evita o acumulo de água no jardim. O excesso de água pode causar o apodrecimento das plantas, assim como atrair insetos, caso do mosquito aedes aegypt que a usa como criadouro.

O sistema pode ser semelhante ao usado para fontes, onde uma bomba irá levar a água da parte inferior da estrutura, regando-as, e depois drenando aquele líquido. É uma opção mais elaborada, mas você pode regar as plantar com um regador também, caso não tenha como instalar um sistema de irrigação.

Há ainda as questões com iluminação, que é necessária para as plantas receberem a quantidade necessária de luz e crescerem fortes. O ideal é não colocar o jardim em um espaço onde os raios solares  peguem diretamente por muito tempo, pois podem danificar as plantas.

Quando a parede recebe muito sol é necessário que as plantas sejam mais irrigadas que o convencional porque ficarão mais secas do que em um local com menor iluminação natural.

Para manter o crescimento saudável, e também forte, adubar essas plantas é essencial, e para isso receitas caseiras se mostram bastante eficientes.

Você pode, por exemplo, bater cascas de legumes ou ovos no liquidificador, misturar com húmus e colocar nos vasinhos, ou ainda usar borra de café da mesma forma.

Esse adubo natural consegue deixar a planta mais saudável, trazendo os nutrientes necessários para o seu crescimento.

Gostaram do post?

Então confira mais algumas dicas sobre casa e jardim.