Home > AutoCAD > AutoCAD 2014 e AutoCAD 2015 – Diferenças e semelhanças

AutoCAD 2014 e AutoCAD 2015 – Diferenças e semelhanças

///
Comments are Off

O AutoCAD é um software desenvolvido pela empresa Autodesk, voltado para a criação de desenhos e modelagem em 2D e 3D. É um programa que revolucionou a tecnologia no ramo da engenharia e design já em meados de 1982, quando os computadores ainda não desempenhavam tantas funções como hoje em dia.

A sigla CAD, que está presente no nome AutoCAD, significa “computer aided design”. Traduzido para a língua portuguesa significa “desenho auxiliado por computador”. Foi a revolução quando surgiu, isso modificou o modo de trabalho de diversos profissionais e, conforme passam os anos, adquire um maior número de usuários.

O programa existe de diversas maneiras, seja em um modo mais leve, como a versão AutoCAD LT, ou aplicações específicas para o ramo escolhido, por exemplo, para engenharia civil ou mecânica. O site da Autodesk disponibiliza todas as informações e variações do software.

AutoCAD é sinônimo de qualidade e eficiência, seja no ramo da engenharia civil, elétrica, mecânica ou design de interiores. Utilizar o programa significa melhorar sua qualidade profissional e conseguir trabalhar em um nível diferenciado.

Como funciona o AutoCAD?

O AutoCAD funciona basicamente como uma ferramenta para desenho e modelagem em 3D, sendo assim muito utilizado para quem trabalha com esse mercado, pois é muito importante apresentar seus modelos em três dimensões.

Existem dois tipos diferentes de AutoCAD, onde um pode ser adquirido como profissional da área, ou como estudante. Cada versão possui algumas funcionalidades específicas. Os estudantes de cursos como arquitetura e engenharia, possuem matérias na faculdade que tratam exclusivamente de como utilizar o programa.

Claro que existem outros programas parecidos no mercado, mas o AutoCAD segue sendo o mais importante e mais utilizado.

Existem diversas versões do programa e a cada ano é lançada mais uma, mas atualmente, as principais e mais utilizadas são do ano de 2014 e 2015. Neste artigo, serão apresentadas algumas informações para que você possa escolher a melhor para o seu uso.

Semelhanças e diferenças entre o AutoCAD 2014 e 2015

As versões posteriores são sempre fabricadas para adicionar melhorias às anteriores, novas funções ou retirar as operações que não são mais necessárias. Assim, há grandes semelhanças sempre, pois não deixam de ser uma continuação do que já está presente e com melhorias disponíveis.

Mas são coisas que variam de acordo com os gostos de cada pessoa. As vezes não é necessário fazer uma mudança de versão para cumprir as necessidades do usuário.

Quais são as semelhanças entre o CAD 2014 e 2015?

São diversas funcionalidades que seguem presentes desde versões anteriores. Foram melhoradas para a versão 2014 e chegaram em 2015 acompanhadas de muitas outras novidades.

Dentre funções semelhantes, nos recursos continuaram as matrizes associativas, grips multifuncionais, linha de comando inteligente e separador de arquivos. Quanto ao design, continuam a biblioteca da Autodesk, as ferramentas de modelagem, ferramenta de nuvem de pontos e também sendo possível importar arquivos do SketchUp.

Na documentação é possível nas duas versões utilizar a transparência de camadas e objetos, vistas de corte, e o texto riscado. Quanto à conectividade do software, ainda há a conectividade do Autodesk 360, sistema de coordenadas geográficas, mapas online, e também a alimentação do projeto com armazenamento no Autodesk 360.

Por último, a personalização também mudou bastante com o passar dos anos, várias coisas começaram a ser inseridas e seguem nessas duas versões, como o gravador de ações, gerenciador de aplicativos, personalização, sincronização de arquivos e a transferência de licença online.

A interface também não se modificou de uma versão para a outra, apenas ficando na cor escura, o que facilitou a leitura dos textos e melhorou esteticamente o programa no AutoCAD 2014 e 2015.

Quais as diferenças entre as duas versões do AutoCAD?

Já do AutoCAD 2014 para o AutoCAD 2015 há umas diferenças bem consideráveis, já que também houve outra grande mudança dentro do programa. As funcionalidades aumentaram e a integração com outros aplicativos também mudou, por exemplo, é possível gerenciar aplicativos da Autodesk.

Se adicionou também a estrutura de conversão da Autodesk e a alimentação de projeto com desenho armazenado no local. Há o Complemento BIM 360, também da desenvolvedora do software, inserido na personalização do AutoCAD 2015.

Na parte da documentação, muitas outras funções foram adicionadas, como os indicadores automáticos e numeração, alinhamento do texto, MText e detecção de Caps Lock. Também é possível gerenciar a nuvem de pontos do objeto.

Já nos recursos, foram muitas mudanças também. Alguns dos recursos adicionados foram, por exemplo, a possibilidade de trabalhar com guias, o que torna possível realizar mais de um trabalho ao mesmo tempo. Além disso, são utilizadas ferramentas de localizar, gráficos aprimorados, visualizações e outras formas de seleção.

Mas, o que pode ser a principal diferença não está dentro dos programas em si, mas sim no seu computador: as configurações mínimas recomendadas. Da versão 2014 para 2015, os requisitos mínimos necessários para o AutoCAD funcionar corretamente mudaram bastante.

AutoCAD 2014 ou AutoCAD 2015?

Essa é a questão central do nosso artigo: qual versão é a melhor? Claro que tudo contribui a dizer que o AutoCAD 2015 é melhor, por possuir mais funções e diversas vantagens sobre a versão anterior.

Entretanto, é importante ressaltar que o usuário deverá verificar em qual versão se adaptará melhor. Enquanto a 2015 tem todas as funções que partiram para versões posteriores a ela, a de 2014 também é muito funcional e cumpre as necessidades.

Claro que, também depende bastante da necessidade de uso do profissional. Se a versão mais antiga cumpre todas as suas necessidades e você acredita que mudar para o AutoCAD 2015 poderá causar uma perda de rendimento, não mude. Apenas continue utilizando sem correr esse risco.

Se você pensa em mudar, pois acredita que o AutoCAD 2014 já não cumpre mais suas funções, basta se adaptar às novas. Outro ponto que você dever levar em conta são os requisitos mínimos do seu PC / Notebook para que o software funcione corretamente. Isso fará você analisar melhor qual dos dois poderá utilizar.

Já se você está querendo começar ou iniciando sem uma noção de como utilizar o AutoCAD, utilize o AutoCAD 2014, que por ter um número menor de funcionalidades, acaba por ser de uso mais fácil. O AutoCAD 2015 já é mais avançado, portanto requer um conhecimento prévio de algumas aplicações.

Portanto, o que definirá qual será melhor versão para você é a sua necessidade de uso, se você é mais experiente ou não. O que podemos afirmar é que, utilizar qualquer AutoCAD traz uma credibilidade maior para o seu trabalho, mostrando que você possui eficiência e é um profissional diferenciado dentro do seu ramo de atuação, seja arquitetura, engenharias ou design de interiores.

Por que muitas pessoas ainda procuram o AutoCAD 2014?

O AutoCAD é um programa da empresa AUTODESK e muito utilizado desde a década de 80 para quem trabalha com engenharia, arquitetura, desenho técnico e design de interiores. Desde que entrou no mercado é o programa mais utilizado nesses ramos e, a cada ano, são lançadas novas versões.

Mas, como qualquer coisa, as pessoas encontram sempre o seu preferido dentre muitas opções. Quanto ao AutoCAD, muitas pessoas ainda procuram utilizar a versão 2014 do programa.

Com tantas novidades aparecendo nas versões posteriores, a questão é: qual o motivo que leva as pessoas a seguirem utilizando uma versão muito mais antiga e com menos funcionalidades? Aqui alguns motivos serão apresentados para tirar essa dúvida e compreender o motivo pelo qual os utilizadores preferem a versão 2014 do AutoCAD.

Versão de acesso muito mais fácil

Por ser mais antiga e possuir versões posteriores, é muito mais fácil (e mais em conta) se encontrar na internet ou em lojas especializadas. Assim, faz com que a busca pelo AutoCAD 2014 seja muito maior e ele não saia do mercado tão cedo.

Muitas pessoas também procuram uma versão mais antiga como meio de estudos, pois, por ter esse acesso mais em conta, é mais fácil de iniciar por ela para depois poder chegar mais perto das versões atuais. As versões antigas possuem as mesmas funcionalidades básicas e que apenas são melhoradas nas versões posteriores.

Funcionalidades

As funcionalidades disponíveis na versão 2014 são um melhoramento da versão anterior, 2013. Porém, entre uma e outra notam-se grandes diferenças, assim como na versão seguinte quando comparada com 2014.

Mas as funcionalidades do AutoCAD 2014 se tornaram como uma base para os programas seguintes, e houve também uma melhora significativa no programa. Não significa que o torne melhor que as versões posteriores, mas podemos tratar como uma boa base de estudos para as seguintes.

Uma versão bem mais leve

O AutoCAD em si já é um programa que pode se tornar pesado dependendo do computador, pois ele necessita de uma máquina com capacidade, principalmente, de transformar as imagens para desenhos em 3D.

Entretanto, quando comparado com as versões que vieram logo depois, o AutoCAD 2014 é muito mais leve e compatível com vários computadores que possuem uma configuração mais simples.

Óbvio que uma versão mais atual traz muitas novas funções, como por exemplo, integração com novas impressoras 3D, e claro que isso acarreta em transformar o software em algo muito mais pesado e que acaba por funcionar de forma mais lenta ou às vezes nem abrir.

Quanto mais pesado for o software, maior o risco de prejudicar o funcionamento do seu computador. Com isso é possível compreender um dos principais motivos que levam as pessoas a escolherem o AutoCAD 2014 ao invés de utilizar o AutoCAD 2017.

Não existe somente um AutoCAD

Também é importante saber que não há somente um tipo de AutoCAD. Mesmo na versão 2014, há diversos outros tipos, como a versão LT que trabalha apenas com desenhos em 2D e necessita de configurações mais simples por parte do computador.

Os “Add On’s” são o que diferencia basicamente estes tipos de AutoCAD. Essas aplicações servem para adicionar ferramentas específicas para diferentes tipos de usuários, como por exemplo para engenheiros elétricos, mecânicos e civis. Isso contribui para melhorar o seu trabalho, além de tornar melhor o estudo das suas atividades profissionais.

Alguns dos recursos disponíveis no AutoCAD 2014

Comparado com as versões anteriores, foram colocadas algumas funções a mais. Além das matrizes associativas, opções de isolar e ocultar objetos e os grips multifuncionais, foram colocados recursos de visualizar a edição de propriedades e alterações da viewport.

Quanto às opções de design, além da biblioteca já disponível e a modelagem de sólidos e superfícies, também foram adicionadas a ação de pressionar ou puxar, e a extração da curva superficial.

Para a conectividade do programa, no AutoCAD 2014 há conectividade com o Autodesk 360 e a capacidade de importar arquivos do Inventor. Também foi inserida a capacidade de personalização e suporte à sincronização de arquivos.

Quanto à documentação, além da transparência de objetos, vistas base e projeção, e as restrições paramétricas que estavam disponíveis nas versões anteriores, foram adicionadas a opção de texto riscado e vistas de corte e detalhe.

A interface também foi alterada, se tornando mais escura do que as anteriores, facilitando assim algumas funções e tornando os textos mais fáceis de serem lidos.

Então, chegamos a uma conclusão?

Podemos dizer que sim!

O que concluímos basicamente é que o AutoCAD 2014 é uma bela opção para quem trabalha nas áreas de atuação que o software abrange, principalmente para quem recém está iniciando no ramo.

A interface foi melhorada quando comparada às versões anteriores e seus requisitos mínimos de funcionamento mais leves, tornando assim seu uso bem mais fácil. Além de ser mais fácil de se encontrar e com preços mais acessíveis para quem está buscando apreender.

O AutoCAD 2014 pode ser uma ideia excelente para contribuir com o seu aprendizado, tanto no uso do programa para versões posteriores, quanto para o profissional, onde tornará seu trabalho muito melhor apresentados e com uma qualidade única.

Independente de versão você pode aprender a aprovar seu projeto de prefeitura com esse curso que vai mudar em definitivo a forma como você produz os seus desenhos de Arquitetura!