Home > Carreira Profissional > Você está preparado para o estágio em arquitetura?

Você está preparado para o estágio em arquitetura?

estágio-em-arquitetura

Neste artigo vou dar algumas dicas para quem está procurando por estágio em arquitetura.

A lei do estágio

A Lei do Estágio 11.788 foi aprovada em 2008 e regulamenta vários direitos e deveres do estagiário dentro das empresas. Você está por dentro dessas mudanças?

Atualmente o estágio em arquitetura é obrigatório para os quase formados arquitetos, pois é considerado um pré-requisito no processo pedagógico para obtenção do diploma superior, sendo facultativa a concessão de bolsa ou outra forma de remuneração e até mesmo auxilio transporte, ou seja, estágio sem remuneração.

Existe também o estágio em arquitetura não obrigatório, que entra como uma atividade opcional do estudante, acrescida à carga horária regular e obrigatória do curso, mas que não precisa ser necessariamente remunerada pela empresa ou contratante. Nesse caso os alunos deverão receber bolsa-auxílio e vale-transporte. Eles também terão direito a férias remuneradas de 30 dias se tiverem completado doze meses de estágio na mesma empresa, ou ainda proporcionais em contratos com duração inferior a 12 meses, sendo preferencialmente concedidas durante o período de férias escolares.

A jornada de trabalho máxima dos estagiários é de 6 horas diárias e 30 semanais e o tempo de duração total do estágio em uma mesma empresa não poderá ser superior a 2 anos. A manutenção de estagiários em desconformidade com a legislação caracteriza vínculo de emprego para todos os fins da legislação trabalhista e previdenciária.

Para facilitar a vida dos estudantes e das empresas, o Ministério do Trabalho e Emprego lançou uma cartilha que explica direitinho esse assunto e pode ser acessada pelo link: Cartilha da Lei do Estágio.

Para conseguir o primeiro estágio em arquitetura é preciso trilhar um longo caminho: preparar currículo, buscar vagas em empresas, passar pelos temidos momentos de entrevista e dinâmica de grupo. Além disso, ainda é preciso saber aliar estudo e trabalho.

Como saber se estou preparado para o estágio em arquitetura

Mas você já parou para pensar qual o melhor momento para começar a buscar por estágio em arquitetura ou ainda se você está preparado para estagiar?

Dados do Ministério da Educação apontam que existem hoje 13,5 milhões de estudantes no ensino médio e superior, e somente 1,040 milhão de vagas de estágio. Ou seja, apenas 8,1% dos estudantes conseguem passar por esse processo de aprendizado.

Os números mostram a grande concorrência que assolam a vida dos estudantes. A existência de poucas vagas junto com a baixa qualificação dos estagiários dificulta a inserção no mercado de milhares de estudantes.

O CIEE, Centro de Integração Empresa-Escola é uma associação filantrópica brasileira de direito privado, sem fins lucrativos, beneficente de assistência social e reconhecida de utilidade pública que, dentre vários programas, possibilita aos jovens estudantes brasileiros uma formação integral, ingressando-os ao mercado por meio de treinamentos e programas de estágios e aprendizagem.

O maior objetivo do CIEE é encontrar para os estudantes de nível médio, técnico e superior, oportunidades de estágio ou aprendizado que os auxiliem a colocar em prática tudo o que aprenderam ou aprendem na teoria.

O Estágio é muitas vezes a porta de entrada para a contratação profissional do estagiário após a conclusão do mesmo. Quanto mais preparado para o cargo maiores serão as chances do aluno conseguir um certo destaque na empresa. Contudo nem sempre o que os alunos aprendem na sala de aula é o suficiente para que eles consigam um posicionamento no mercado.

Dicas para quem busca por um estágio em arquitetura

Para os alunos do curso de Arquitetura eu sugiro que se preparem melhor, buscando assuntos extracurriculares que complementem seu conhecimento técnico dentro de sala de aula, de modo a fechar as lacunas de deficiências que provavelmente possa vir a ter.

Quem quer estagiar em escritórios de Arquitetura trabalhando com outros arquitetos deve ter no mínimo conhecimento em um programa de desenhos. O AutoCAD ainda é muito utilizado em grande parte dos escritórios, porém o conhecimento em outros programas pode ser solicitado.

Antes de efetivamente sair em busca de estágio em arquitetura, realize uma pesquisa nos bancos de emprego/estágio e verifique quais são as exigências do mercado de modo que você possa se preparar melhor para a vaga.

Pesquise também o ramo do escritório ou da construtora e o trabalho que elas realizam antes de pleitear uma vaga. Estude o perfil dos escritórios de arquitetura ou das construtoras que você deseja trabalhar, pois isso vai refletir o nível de conhecimento tecnológico e da metodologia de trabalho que você vai levar para vida toda. Uma empresa com maior e melhor estrutura e recursos trazem conhecimento de ponta que agregam experiências de forma efetiva em seu currículo.

Estar por dentro das novidades e das necessidades do mercado ajuda muito na entrevista, pois para conseguir um estágio em uma empresa de maiores recursos, será necessário que o candidato a vaga demonstre conhecimentos acima do que é encontrado no mercado. Conhecimentos em BIM como o Revit, por exemplo, já vem sendo muito solicitado em muitos escritórios de arquitetura e construtoras.

Quando estagiar?

Algumas empresas preferem dar oportunidade de estágio para alunos que estão no início do curso, ou seja, no segundo ou terceiro ano, pois eles encontram-se em uma fase escolar com menos cobranças quanto aos trabalhos finais para graduação.

Muitos estagiários comprometem seus trabalhos nos estágios por conta de envolvimento com atividades da faculdade, faltando e deixando o escritório em situação delicada muitas vezes.

Já outras empresas preferem estagiários no quarto e quinto anos, pois consideram que os alunos nessa fase estão melhor preparados por terem mais conhecimento em desenhos.

A demanda principal para quem está começando na área é na elaboração de desenhos de arquitetura, que muitas vezes o arquiteto responsável pelo escritório não tem disponibilidade de tempo de fazer devido a outros compromissos com a execução de obras por exemplo.

É nos escritórios de arquitetura que o profissional recém-chegado ao mercado vai aprender na prática o que a faculdade não ensinou, adquirindo maturidade e experiência ao longo dos anos.

Eu sempre indico aos alunos que antes de buscarem por estagio em arquitetura, que aprimorem e se capacitem principalmente na elaboração dos desenhos de arquitetura, sejam eles para projetos legais (prefeitura) ou para elaboração de projetos executivos, antes mesmo de capacitarem-se em maquetes eletrônicas.

A maquete eletrônica é importante, mas o aluno que não demostra domínio no desenvolvimento de projetos básicos da profissão enfrentará grandes problemas pela frente.

Postura profissional do estagiário

Uma vez que o aluno consegue ingressar no estágio em arquitetura ele deve saber que ele tem grandes responsabilidades dentro de um escritório. Tratar o estágio em arquitetura como se ele fosse uma extensão da sala de aula, permitindo-se faltar sem um motivo justificado, é algo que os escritórios de arquitetura não toleram.

Os compromissos com os trabalhos da faculdade não podem interferir ou atrapalhar a rotina dos trabalhos do escritório, que muitas vezes tem prazo de entrega.

Atenção, organização, capricho, comprometimento e proatividade são qualidades que os empregadores buscam para os seus funcionários, por mais que você ache que o seu supervisor não está observando, tenha certeza de que ele está registrando tudo o que você está fazendo.

Deixe um Comentário