Home > Projetos de Arquitetura > Acessibilidade: Definições, objetivos e importância.

Acessibilidade: Definições, objetivos e importância.

A importância do projeto de acessibilidade:

Um assunto muito importante que não pode deixar de ter a devida atenção na vida do profissional de Arquitetura é o termo acessibilidade.

Suas definições e aplicações serão abordados no novo e-book PROJETOS DE ACESSIBILIDADE que estou desenvolvendo.

A finalidade deste e-book é reunir informações práticas sobre assunto de modo que o estudante de arquitetura ou engenharia possa aplica-las sem seus projetos com segurança.

1. O QUE É ACESSIBILIDADE?

Acessibilidade é a possibilidade e condição de alcance, percepção e entendimento para a utilização com segurança e autonomia, de edificações, espações mobiliários, vias públicas, equipamentos urbanos e transporte coletivo. (ABNT NBR 9050)

Acessibilidade significa não apenas permitir que pessoas com deficiências ou mobilidade reduzida participem de atividades que incluem o uso de produtos, serviços e informação, mas a inclusão e extensão do uso destes por todas as parcelas presentes em uma determinada população. visando sua adaptação e locomoção, eliminando as barreiras.  Fonte: Wikipedia

1.1 OBJETIVOS DA ACESSIBILIDADE

Consiste no direito de garantir a toda e qualquer pessoa com necessidade especial ou mobilidade reduzida, de transitar por espaços públicos e ou privados, sem que seja encontrada barreiras arquitetônicas que impossibilitem o convívio ou transito social em áreas de acesso, circulação ou permanência.

Essas barreiras impeditivas de acesso, geram mais do que só um impedimento físico, elas impedem o usufruto por direito dos espaços físicos, propiciam acidentes e causam constrangimento.

1.2 A IMPORTÂNCIA DA ACESSIBILIDADE

 A acessibilidade garante a segurança e integridade física de pessoas com necessidades especiais ou de mobilidade reduzida, assegurando assim o direito de ir e vir, e ainda de usufruir dos mesmos ambientes que uma pessoa sem necessidade especial, seja por espaços projetados já com esse objetivo ou ainda espaços adaptados.

Na arquitetura e no urbanismo, a acessibilidade tem sido uma preocupação constante nas últimas décadas. Atualmente estão em andamento obras e serviços de adequação do espaço urbano e dos edifícios às necessidades de inclusão de toda população, visando eliminar os obstáculos existentes ao acesso, modernizando e incorporando essas pessoas ao convívio social, possibilitando o ir e vir.

Projetos e políticas sociais dessa natureza tem como objetivo despertar e facilitar o convívio da sociedade com exposição da diferença e diversidade humana, promovem também ações que favorecem a redução das desigualdades sociais e segregação de pessoas, possibilitando maior convívio interpessoal, aceitação e conscientização da sociedade das diferenças humanas, colaborando para o fim das manifestações de constrangimento e preconceito.

A acessibilidade tem que ser expandida para vários campos da sociedade garantindo que pessoas deficientes tenham acesso a várias formas de serviços, melhorando sua qualidade de vida e integração, a acessibilidade é uma ideia que deve ser expandida, sigamos essa ideia.  Fonte: Wikipedia

2. O DIMENSIONAMENTO BÁSICO

Quando falamos em acessibilidade de uma forma geral, deve-se sempre estar “subentendido” os estudos realizados com base na necessidade da dimensão humana.

Esse padrão de informações criado e mundialmente adotado baseia-se na vasta diversidade humana e as suas diferentes necessidades.

Criado e desenvolvido com esse fim deve ser adotado e aplicado em todos os projetos arquitetônicos, projetos urbanísticos e ainda projetos mobiliários.

2.1 O HOMEM COMO MEDIDA DE TODAS AS COISAS

O Homem Padrão

HOMEM

 

A medida do homem padrão trata-se de proporções básicas do dimensionamento do corpo humano. São proporções de escala que utilizamos em nossos projetos.

Observe a figura ao lado, o homem padrão foi dividido em quatro partes de acordo com suas proporções.

A letra H corresponde a altura total do homem e suas frações corresponde aos diferentes trechos do seu corpo.

Figura 01: Fonte: Ernest Neufert

 

 

2.2 O DESENHO UNIVERSAL

Baseado no homem padrão foi desenvolvido o desenho universal.  Foi criado nos EUA, Washington em 1963 e foi primeiramente chamado de Desenho Livre de Barreiras e mais tarde veio a ser chamado de Desenho Universal por ter uma abordagem mais ampla como a diversidade humana, já que o que o homem padrão tinha como abordagem somente o projeto em si.

O desenho universal concebe um gerador de ambientes e serviços, programas e tecnologias, que possam ser utilizados de forma segura e autônoma por toda as pessoas sem que haja necessidade de adaptação.

Tornar o espaço público e as edificações acessíveis, dentro do conceito do Desenho Universal, é pensar a cidade futura, onde todos têm acesso à educação, esporte, lazer, trabalho e transporte. É promover a cidadania, diminuindo a desigualdade social.  (site CREASP)

Os 7 princípios que os sustentam são:

  1. Uso equiparável: destinado a pessoas com diferentes capacidades;
  2. Uso flexível: com leque de preferências e habilidades;
  3. Simples e intuitivo: de fácil compreensão;
  4. Informação perceptível:  comunicação eficaz diante da informação necessária realizada através da visão, audição ou olfato.
  5. Tolerante ao erro: que diminui os riscos de ações involuntárias.
  6. Com pouca exigência de esforço físico

Tamanho e espaço para o acesso e o uso inclusive para as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

Continuem me acompanhando no blog pois sempre temos muita informação curso de arquitetura online gratuito e em DVD pra você que quer se manter informado no mundo da Arquitetura.

Para acompanhar meu trabalho e ficar por dentro das dicas da A Arquiteta, bem como de novos cursos livres para arquitetura, tutoriais e e-books, você pode se inscrever em nosso site assinando o informativo no nosso blog no rodapé do nosso site.

Você vai receber material com dicas exclusivas e gratuitas de cursos para arquitetura a distância com exclusividade em seu e-mail, seremos seu guia do estudante!

Seguindo esses passos estaremos sempre em contato!

Bons estudos, bons projetos e muito bons negócios!

 

Deixe um Comentário